Artigos

No dia 23 de setembro, a graça de Deus transformou mais um vocacionado em seu sacerdote. O jovem Padre Jadai Leandro quis marcar esta festa, e também a sua vida daquele momento em diante, com as expressões tão belas saídas dos lábios e o do coração de Pedro: Sabes tudo, Senhor; Tu sabes que eu te amo (Jo 21, 17).
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
No contexto do Mês Vocacional, estamos celebrando a Semana Nacional da Família. Em plena consonância com o Ano Vocacional, a CNBB nos indica o lema: “Família, fonte de vocações”. É tempo de renovar esforços para defender a verdade moral sobre a família como a união do homem e da mulher para, no amor, gerarem filhos e os educarem para Deus e para o próximo.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
No dia 11 de julho celebramos a Festa Litúrgica de São Bento. Desde criança fui habituado com sua espiritualidade. É o glorioso Padroeiro de minha cidade natal, e a casa de meus pais era a mais próxima da Igreja Matriz. No Dia do Pai São Bento, encontrei-me muito alegre, pois, depois dos anos de pandemia, pudemos celebrar tranquilos a festa esperada do nosso estimado Mosteiro de Santa Cruz, como esperada deve ter sido em todos os outros mosteiros beneditinos.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Se estais cansados, sentindo o peso dos fardos da vida, há um jeito de recobrar forças. Há alguém que nos compreende sempre, não nos abandona por nada, nem mesmo quando erramos ou pecamos. Ele se apresenta como aquele que pode dar nova razão de viver: “Vinde a mim… meu fardo é leve, meu jugo é suave. Eu vos darei descanso” (cf. Mt 11, 28-30).
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Pela primeira vez, entraremos em rede internacional para rezar o Terço de Nossa Senhora com pessoas de várias partes do globo terrestre. Associados a um movimento que vai crescendo a cada dia, que é a meditação dos Mistérios de Cristo através da oração do Rosário, o Terço dos Homens do Brasil se une neste dia 6 de maio, primeiro Sábado do Mês de Maria, a homens de cerca de 46 países para tal prática religiosa.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
A nossa Páscoa é Jesus Cristo. A Páscoa cristã se baseia na páscoa dos hebreus presente no Antigo Testamento. Nesta, observamos a prefiguração da realidade futura que é a imolação de Cristo na cruz. O sangue de um animal irracional não seria suficiente para eliminar o pecado. Somente Cristo, Filho de Deus que se fez homem, vai ser capaz de, pelo seu sangue derramado, eliminar a força do pecado e da morte e libertar a pessoa humana, abrindo para ela, novamente, as portas do Paraíso. Ele é o verdadeiro Cordeiro Pascal.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Não sabemos se o encontro de Jesus e Maria se deu no Calvário ou nalgum estágio deste doloroso caminho. O que importa é que, em algum momento, ele aconteceu e se assim foi, algo forte ele representará na vida de fé de cada um de nós que procuramos, embora pecadores, seguir os caminhos do Filho de Deus encarnado.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Com o sagrado Rito das Cinzas, iniciamos a Quaresma. Ouvimos do Ministro: “Lembra-te que és pó e em pó te tornarás” (Gn 3,19). Recordar a fragilidade da vida humana impele a reconhecer que o apego material será sempre um contrassenso e a falta de partilha do que se tem com o que nada tem ou pouco possui será, no mínimo, sinal de desajuste. Para esses e para todos, a outra forma da imposição das cinzas é um forte convite: “Convertei-vos e crede no Evangelho” (Mc 1,15).
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email