Artigo

A festa de Nossa Senhora da Assunção, aquela que nos precedeu no caminho do céu, acompanhando a primícia, como diz São Paulo, da ressurreição dos mortos que é Cristo, nos chama a atenção para as realidades escatológicas, ou seja, para as realidades de depois da nossa morte. O que acontecerá conosco? O que será que Deus preparou para Seus filhos?
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Na última quinta-feira, 16 de junho, Solenidade de Corpus Christi, nos reunimos para celebrar um dos maiores mistérios de nossa fé, o que podemos chamar de Mistério do Amor em estado de perfeição. Recordamos o gesto de total entrega do Senhor a nós, à Igreja.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Um dos santos que mais reúnem títulos na Igreja é Santo Antônio. Sua humildade e, ao mesmo tempo, grande capacidade intelectual, o fizeram teólogo e, sobretudo, grande estudioso das Sagradas Escrituras. Tendo nascido em 1095, viveu no tempo de São Francisco de Assis, cujo nascimento se deu em 1081.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Na manhã do dia 26 de março, realizamos uma inédita celebração na simpática cidade de Coronel Pacheco, quando ordenamos o primeiro padre lá nascido, nosso tão estimado pachequense Rafael Coelho do Nascimento. Foi uma data memorável, sendo aquela cerimônia de Ordenação Presbiteral a primeira que se realizou na Paróquia São Vicente de Paulo desde seus primórdios.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
A Solenidade de São José, Esposo da Virgem Maria, Patrono Universal da Igreja, tem um lugar especialíssimo no calendário litúrgico. É celebrada como uma pausa na caminhada quaresmal. A mãe Igreja propõe esta liturgia a ser celebrada justamente sete dias antes da outra grande solenidade que é a Anunciação do Senhor, a 25 de março.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Iniciamos, no último dia 1º de fevereiro, durante Santa Missa na Catedral Metropolitana, o segundo ano preparatório para a celebração dos cem anos da nossa Diocese. Se Deus quiser, no dia 1º de fevereiro de 2024, nós estaremos celebrando esta grande festa de ação de graças.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
A Arquidiocese de Juiz de Fora se alegra ao receber a Congregação dos Padres Sacramentinos em seu recinto. Depois dos trâmites canônicos, com o pedido formal e os compromissos pastorais na Igreja local, sua acolhida e instalação se deu no dia 22 de janeiro do corrente ano de 2022, com solene Missa no Cenáculo São João Evangelista, no centro da cidade.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
As festas natalinas e a passagem do ano primam pela exuberância da luz. A noite santa penetra pelas janelas das casas, das igrejas, dos ambientes de trabalho, pelas ruas da cidade e acende milhares de lâmpadas carregadas de festa. Nossos presépios refletem um misto de penumbra e claridade celestial, deixando inconfundível foco sobre o recém-nascido, o Menino Deus, reclinado em sua manjedoura. Não faltará sobre a gruta da natividade a estrela com sua cauda luminosa.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Com grande alegria, celebramos, no dia 31 de outubro, a Santa Eucaristia como marco especial, em nossa Igreja Particular juiz-forana, agradecendo a Deus pela primeira etapa de nosso II Sínodo Arquidiocesano, iniciado a 7 de dezembro de 2019, que durou praticamente dois anos, marcado fortemente pela inesperada pandemia da Covid-19.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email