16 de julho de 2021

No terceiro domingo do mês de julho, a Igreja celebra a festa do Santíssimo Redentor, que é Jesus Cristo. Esta data recorda a mensagem fundamental da proclamação missionária; a de que Deus ama tanto o mundo que enviou o seu único Filho para que ninguém se perca, mas para que todos possam ser salvos por Ele. No Bairro Borboleta, uma paróquia que leva esse título do Senhor e celebrará a data.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
O Papa Francisco, após consultar os bispos do mundo, decidiu mudar as normas que regem o uso do missal de 1962, que foi liberalizado como “Rito Romano Extraordinário” há catorze anos por seu predecessor Bento XVI. O Pontífice publicou esta sexta-feira (16/07) o motu proprio “Traditionis custodes”, sobre o uso da liturgia romana anterior a 1970, acompanhando-o com uma carta na qual explica as razões de sua decisão. Eis as principais novidades.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
O Bispo Auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro e secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Joel Portella Amado, participa no próximo sábado, 17 de julho, às 14h, da primeira edição de uma série de simpósios especiais que vai celebrar os dez anos da fundação Academia Fides et Ratio – Fé e Razão.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
O Conselho Missionário Nacional (COMINA), organismo vinculado a Comissão Episcopal para Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promove no dia 31 de julho uma formação em vista de maior compreensão e participação dos Conselhos, das Pontifícias Obras Missionárias (POM) e dos grupos e organismos missionários no Processo de Escuta para Assembleia Eclesial da América Latina e Caribe.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Na manhã desta sexta-feira, 16 de julho, o Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, presidiu Missa em ação de graças pelos 38 anos da Obra dos Pequeninos de Jesus. A Celebração, que aconteceu na rua – onde o distanciamento social pôde ser respeitado -, contou com a participação de funcionários, voluntários e assistidos pela Fundação Maria Mãe, mantenedora da obra.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email