Nossa Senhora Desatadora dos Nós é celebrada em comunidade da Paróquia do Linhares

Foto: Associação Cultural Nossa Senhora de Fátima
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Entre os dias 12 e 15 de agosto, a Comunidade São Luís Gonzaga, do bairro Bom Jardim, realizará uma festa em honra a Nossa Senhora Desatadora dos Nós. Este é um dos títulos que os fiéis deram à Virgem Maria com toda fé. Ele foi originado na Alemanha, por volta do ano 1700.

A igreja, que pertence a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, realizará um tríduo com celebrações às 19h, na sexta-feira (12) e no sábado (13), já no domingo (14), a Missa será às 9h. No dia 15 de agosto, dia de sua festa litúrgica, a comunidade celebra Eucaristia festiva às 19h.

A Igreja São Luís Gonzaga fica na Rua Benevenuto André, 33 – Bairro Bom Jardim.

História de Nossa Senhora Desatadora dos Nós

Naquele tempo, o pároco da capela de St. Peter, na cidade de Augsburg, encomendou um quadro de Nossa Senhora ao pintor Johann Schmittdner. O pintor era um cristão fervoroso e conhecedor profundo de textos dos Padres da Igreja. Por isso, antes de pintar o quadro, ele foi buscar inspiração nas palavras de Santo Irineu, Bispo de Lyon, que viveu no Século III. Ele encontrou um texto chave, que diz: Eva atou o nó da desgraça para o gênero humano, Maria por sua obediência o desatou.

Por causa dessas palavras inspiradas de Santo Irineu, o pintor concebeu um quadro onde Nossa Senhora é representada como a Imaculada Conceição e aparece entre o céu e a terra. Do lado esquerdo da Virgem um anjo aparece e entrega-lhe uma fita com nós grandes e pequenos, separados e juntos. Estes nós simbolizam o pecado original e nossos pecados cotidianos. Esses pecados nos causam problemas, nos levam para longe de Deus e nos impedem que a graça de Deus frutifique em nossas vidas. Do lado direito das mãos de Maria, a fita aparece sem nós e desce lisa até às mãos de outro anjo, mostrando que Maria está desatando os nós. Simboliza a vida nova mergulhada em Deus e na sua misericórdia e o poder libertador das mãos de Maria.

Fonte: Site Cruz Terra Santa

Veja Também