festividade

No próximo dia 13 de dezembro, a Igreja celebra a memória litúrgica de Santa Luzia. Segundo a tradição, ela teria arrancado os próprios olhos, entregando-os a seu carrasco, preferindo isso a renegar a fé em Cristo. Por isso, é considerada a protetora dos olhos. Nas cidades da região, algumas capelas também realizam celebrações em honra à santa. Confira a programação completa aqui.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
A Igreja celebra, no dia 4 de dezembro, a festa da mártir Santa Bárbara. Nascida no final do século III, na Nicomédia, região da Turquia, como muitos cristãos dos primeiros séculos foi perseguida por sua fé, até seu martírio. Tida como protetora contra os raios, ela é festejada em algumas comunidades da Arquidiocese de Juiz de Fora.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
A Igreja Católica celebra memória, no dia 28 de outubro, de São Judas Tadeu, primo e discípulo de Jesus. Seu título de santo das causas impossíveis tem sua origem relacionada a Santa Brígida, que teve uma visão de Cristo recomendando que ela se dirigisse a São Judas com muita confiança. Na Arquidiocese muitas igrejas são dedicadas a ele, e realizarão novenas, setenários e tríduos em sua homenagem.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
“Não quero ser Santa pela metade, escolho tudo”, famosa frase de Santa Teresa do Menino Jesus. Virgem Carmelita, doutora da Igreja, padroeira das Missões, celebrada no dia 1º de outubro. Elaborou uma espiritualidade muito original, chamada “da Infância Espiritual”, trata-se de uma espiritualidade, cuja prática do amor a Deus não se baseava em grandes ações, mas em pequenos atos diários, aparentemente insignificantes.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Importante evangelizador do século III, São Firmino realizou peregrinações incansáveis nas cidades francesas e conseguiu a conversão de milhares de pagãos, em tempos de perseguição aos cristão.  Na Arquidiocese, uma comunidade rural em Ewbank da Câmara, chamada Colônia de São Firmino, homenageia o santo.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Já começou a festa em homenagem à Santa Efigênia, no bairro de mesmo nome, pertencente à Paróquia São Pio X. A comunidade preparou uma programação especial que se estende até o quinta-feira (22). Festejada no dia 21 de setembro, ela é invocada como protetora contra incêndios, como padroeira dos militares e como auxiliadora de quem precisa da casa própria.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
A Capela Nossa Senhora do Desterro, localizada em Toledos, distrito de Juiz de Fora, já deu início a festa de sua padroeira. Com o tema “Família: Santuário do Amor e da Vida”, a novena da Mãe do Desterro segue acontecendo na comunidade, todos os dias às 19h, até o dia 1º de setembro.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Na próxima segunda-feira, dia 15 de agosto, a Igreja celebra a memória de São Tarcísio, Padroeiro dos Acólitos e Coroinhas. O santo foi um mártir dos primeiros séculos, vítima da perseguição contra os cristãos na época do imperador Valeriano, em Roma. Na Arquidiocese de Juiz de Fora, uma comunidade é dedicada ao padroeiro dos acólitos e realiza, a partir de hoje, tríduo e festa em sua homenagem.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email