Eslováquia

Da acolhida logo cedo no aeroporto de Košice ao emocionante e intenso encontro com os jovens no Estádio Lokomotiva, passando pela Divina Liturgia bizantina de São João Crisóstomo em Prešov e o encontro com a comunidade Rom. Confira um resumo do terceiro dia da viagem do Papa.
Com a partida na manhã do último domingo (12), do aeroporto de Fiumicino, em Roma – onde o Papa Francisco chegou de carro da Casa Santa Marta pouco antes das 06h – teve início a 34ª Viagem Apostólica deste pontificado. Quatro dias, entre a Hungria e a Eslováquia, “marcados pela adoração e oração no coração da Europa”, segundo as intenções do próprio Pontífice, e confiados à intercessão de “tantos heroicos confessores da Fé” que na Hungria e na Eslováquia testemunharam o Evangelho “entre hostilidades e perseguição”.
O Papa Francisco já havia aceitado o convite de visitar a Eslováquia feito pela presidente do país, Zuzana Čaputová, no início de dezembro de 2020 quando esteve em audiência oficial no Vaticano. Um deslocamento internacional que, porém, dependia do progresso da pandemia e também da sua saúde. A confirmação da viagem veio neste domingo (4), pelo próprio Pontífice, ao final da oração do Angelus.