Presépio com som e movimento é inaugurado pelos Arautos do Evangelho

Uma grande tradição católica neste tempo do Advento são os presépios. Com representações de diferentes materiais e formatos, eles estão presentes em diversos locais, principalmente nas casas cristãs e nas igrejas. Em vista disso, os Arautos do Evangelho de Juiz de Fora inauguraram, no início deste mês, uma versão com som, luz e movimento.

Ele é totalmente automatizado e narra, não só o nascimento de Jesus, mas faz o resumo de toda Sua vida até a ressurreição, percorrendo os mistérios gozosos, luminosos, dolorosos e gloriosos. Segundo o Padre Sebastião Alves dos Santos, EP, responsável pela comunidade juiz-forana dos Arautos do Evangelho, eles procuraram tornar o costume em uma catequese. “É um verdadeiro instrumento de evangelização. Que através das imagens e sons, as pessoas possam reviver esse grande acontecimento de mais de dois mil anos atrás”, estimou o sacerdote.

O espetáculo funciona em sessões que possuem, por volta de 25 minutos, com capacidade de 25 pessoas por vez. As apresentações são gratuitas e abertas ao público. O horário de visitação aos finais de semana é o seguinte: nos sábados, das 14h às 19h30, e aos domingos, das 9h às 19h30. Durante a semana, assim como visitas em grupo (catequese, escolas, instituições etc.), podem ser agendadas por telefone, através do (32) 99835-6412 ou (32) 3214-4042.

O presépio está localizado na Casa Religiosa dos Arautos, que fica na Alameda Santo Antônio, 200 – Bosque do Imperador. Oficialmente as apresentações se encerram ao final do mês de dezembro.

Ademais da inovação

A tradição de representar presépios é um costume dos primeiros séculos. São tidos, pelo Papa Emérito Bento XVI, como um “patrimônio espiritual cristão”. “O presépio nos faz, de alguma forma, reviver aquele momento misterioso, augusto e sagrado do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, que se faz pequenino, se faz homem, para que nós, homens, pudéssemos participar de sua divindade”, explicou o Padre Sebastião.

Sua montagem ajuda na preparação da celebração do Nascimento de Cristo, auxilia os fiéis a reviverem a história. Por ocasião do Natal de 2019, o Santo Padre afirmou que a representação, estimula a imaginar a cena, assim, envolve o espectador. Além disso, recordou que as partes que compõe o presépio – a escuridão da noite, a paisagem e os personagens – têm significados valiosos.

“É muito importante que todos os católicos, na medida do possível, possam ter um em suas casas”, afirmou o sacerdote Arauto. Segundo ele, com as representações do Menino Jesus – no centro, na manjedoura -, Maria, José, um burrinho e um boi, já seria suficiente para relembrarmos tão extraordinário evento.

*Com informações de A12 e Aleteia

Veja Também