O pesar do Papa pela tragédia na Indonésia

Foto: Unsplash
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Solidariedade com todos os afetados por esta imensa tragédia. É o que o Papa Francisco manifesta em um telegrama assinado pelo Secretário de Estado, Cardeal Pietro Parolin e enviado ao núncio apostólico na Indonésia, Dom Piero Pioppo. O Papa também “assegura suas orações pelos mortos, feridos e deslocados, assim como os que trabalharam na emergência e autoridades civis envolvidas nas operações de resgate”. Como sinal de sua proximidade espiritual, o Papa invoca a bênção divina de força e de paz”.

Balanço da tragédia

A Agência Nacional de Gestão de Desastres anunciou que pelo menos 34 pessoas morreram na erupção do vulcão Semeru na ilha de Java. Pelo menos 17 pessoas ainda estão desaparecidas. O porta-voz da agência, Abdul Muhari, disse que 3.700 pessoas foram deslocadas. Mais de 10 vilarejos foram devastados pela erupção. O vulcão Semeru é um dos vulcões mais perigosos e ativos da faixa de fogo do Pacífico, uma área caracterizada por alta atividade vulcânica e sísmica. A explosão de 4 de dezembro produziu uma nuvem de cinzas e dando origem a torrentes de lavas.

O compromisso da Igreja

O frade carmelita Marco Pantja Anugrah Putra, coordenador do grupo de solidariedade da diocese de Malang, disse à UCA News que a Igreja local começou imediatamente a recolher fundos e ajuda material para apoiar os sobreviventes e os afetados pelo desastre. “Além do dinheiro”, disse, “precisamos de roupas, kits de higiene, vassouras, pás e outras ajudas materiais”.

Fonte: Site Vatican News

Veja Também