Missa e Procissão do Depósito marcam a Segunda-feira Santa na Catedral

0

Na noite da última segunda-feira foi celebrado o depósito de Nossa Senhora. A missa foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, na Catedral Metropolitana de Juiz de Fora. A transladação da imagem de Nossa Senhora das Dores foi feita da Catedral para a Igreja de São Sebastião – da qual sairá nesta terça-feira (16) para a Procissão do Encontro.

No segundo dia da semana mais importante da Igreja Católica, as paróquias podem ter programações diferentes, mas na Catedral é tradição realizar essa missa e procissão a fim de meditar as dores de Nossa Senhora. Dom Gil, em entrevista, afirmou que “nessas sete dores nós contemplamos todas as dores da humanidade, e, sobretudo, a esperança. Maria sofreu sem esmorecer. Sem perder a esperança. Sempre manifestou sua confiança em Deus. Então, as sete dores nos mostram a fortaleza de Maria”.

Em sua homilia, Dom Gil citou a passagem do Evangelho do dia, que mostra Maria, irmã de Lázaro, ungindo os pés de Jesus com perfume e destacou a reação de Judas e os sinais que ele dava de sua traição, alertando-nos, também, ao mal-uso do dinheiro. O arcebispo recordou o cenário que Jesus se encontrava, com os poderosos o perseguindo.

As respostas de Jesus eram as melhores, assim como de Maria. “Hoje meditamos sobre a realidade da fortaleza de Maria diante das dores e sofrimentos”, explicou ele, e adentrando no exemplo que Nossa Senhora deixou a todos. “A igreja selecionou sete momentos da caminhada de Maria. A beleza está na fortaleza de Maria. Ela acreditou. ‘Feliz és tu porque acreditastes’ ”, completou.

Ao final da celebração todos foram intimados a participarem da procissão rumo a Igreja de São Sebastião, para meditarem profundamente todas as dores. Ao chegar no ponto final, Dom Gil orientou a todos a respeito do sofrimento, dizendo que é preciso saber sofrer. “É algo inevitável, porém, a exemplo de Maria, possível de ser superado”.

O convite para participação das celebrações do dia de hoje foi reforçado: às 19h ocorrem as missas na Capela Senhor dos Passos (Santa Casa de Misericórdia) e na Igreja São Sebastião. Em seguida, às 20h será a saída da procissão com a imagem do Senhor dos Passos da Capela da Santa Casa de Misericórdia. Simultaneamente a saída da procissão com a imagem de Nossa Senhora das Dores da Igreja São Sebastião.

Conteúdo Relacionado
X