Dom José Altevir é nomeado Bispo de Tefé (Am)

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O Papa Francisco nomeou, nesta quarta-feira, 9 de março, o novo bispo da prelazia de Tefé (AM). Dom José Altevir da Silva deixará o governo pastoral da diocese de Cametá (PA) e assumirá a Igreja particular no Amazonas que está vacante desde a transferência do bispo anterior, em junho do ano passado.

Dom Altevir vai suceder a dom Fernando Barbosa dos Santos, que foi nomeado para a diocese de Palmares (PE), no dia 9 de junho de 2021. Ele será o quinto bispo da prelazia e o quarto pertencente à Congregação do Espírito Santo sob a Proteção do Imaculado Coração de Maria.

Biografia 

Nascido em 30 de setembro de 1962, em Guajará (AM), iniciou a caminhada com os missionários da Congregação do Espírito Santo sob a Proteção do Imaculado Coração de Maria em 1980. Foi o primeiro seminarista em Cruzeiro do Sul (AC), onde não havia seminário. Os estudos filosóficos foram iniciados em Manaus (AM) e concluídos na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), em Belo Horizonte (MG). O noviciado foi realizado em Ceilândia (DF), em 1986.

Dom Altevir estudou Teologia no Instituto São Paulo de Estudos Superiores (Itesp), em São Paulo (SP). Os votos perpétuos na congregação religiosa foram professados em 1989, na capital paulista. Durante dois anos, fez estágio missionário na Nigéria. Sua ordenação presbiteral foi em 6 de dezembro de 1992, em Cruzeiro do Sul, pelas mãos de dom Luís Herbst, então bispo da diocese acreana, também missionário espiritano.

Formado em Psicologia pela PUC-MG, já atuou como vigário em Minas Gerais e Roraima. Realizou trabalho com agricultores, acompanhou de perto o massacre de Columbiária (RO), na diocese de Ji-Paraná (RO), ocasião que foi ponto de referência para as vítimas. Também foi formador na congregação religiosa. Na Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), foi assessor na área de missiologia.

De 2007 a 2012, foi assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e a Cooperação Intereclesial da CNBB. Formado também em fotografia, o então padre Altevir foi responsável por várias coberturas fotográficas na CNBB, como a visita da entidade em parceria com a CRB ao Haiti após terremoto, de 29 de março a 11 de abril de 2010.

Em 2012, foi eleito provincial da Província Espiritana no Brasil, e reeleito para a mesma missão em 2015. No mesmo período, também atuou como coordenador da União das Circunscrições da América Latina (Ucal), formada por Grupos e Províncias dos espiritanos no continente.

Em 27 de setembro de 2017, foi nomeado bispo de Cametá, e deixou o cargo de provincial. A ordenação episcopal foi em 16 de dezembro daquele ano, na cidade de Cametá. Foi ordenante principal o então secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner.

Em 2019, foi eleito membro da Comissão para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para o quadriênio 2019 a 2023. No mesmo ano, no mês de outubro, foi um dos bispos participantes da Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Região Pan-Amazônica.

Fonte: Site da CNBB

Veja Também