Dom Gil envia carta de apoio a Papa Francisco e recebe resposta da Santa Sé

0

No último mês de agosto, o arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, enviou uma mensagem de apoio ao Papa. Na carta, o pastor destacou a coragem de Francisco, que “tem tomado posições corretas e assumido responsabilidades que revelam seu bom espírito no ministério de conduzir, firme e serenamente, o rebanho que Cristo lhe confiou”. O arcebispo ainda apresentou ao sucessor de Pedro seus sentimentos de proximidade, solidariedade e respeito.

“Vozes que se levantam contra vossa digníssima Pessoa não são expressão de igreja e nem podem representar a imensa maioria dos Ministros Ordenados e dos fiéis católicos, pois predominam em toda a Igreja os que vos amam, admiram e caminham na mais perfeita unidade convosco, Bispo de Roma, legítimo Sucessor de Pedro”, escreveu.

Por fim, Dom Gil falou do pontificado de Papa Francisco, “que tem trazido à luz o maior dos dons de Deus que é a misericórdia e despertado para a maior de nossas responsabilidades que é a missão, a edificação contínua de uma Igreja-em-Saída”, e reafirmou o apoio da Igreja Particular de Juiz de Fora. “Vossa Santidade tenha certeza que esta Arquidiocese é incansável de cada um de vossos gestos, com nosso mais devotado amor ab imo corde”.

Clique aqui e confira a carta de Dom Gil.

A resposta

No dia 18 de outubro, a Secretaria de Estado da Santa Sé, por meio de seu substituto para Assuntos Gerais, Dom Edgar Peña, enviou resposta a Dom Gil. Segundo a correspondência, o “Santo Padre recebeu, com grande apreço e conforto, a carta que lhe dirigiu […] para lhe testemunhar sentimentos de afeto e solidariedade face às recentes calúnias levantadas contra o Sucessor de Pedro”.

Segundo Dom Edgar Peña, Papa Francisco retribuiu a gentileza “invocando, para todos os fiéis da Arquidiocese de Juiz de Fora, a abundância dos dons do Céu que os fortaleçam na comunhão eclesial com o Povo de Deus e seus legítimos pastores, pois é necessário que cada batizado se sinta envolvido na transformação eclesial e social de que tanto necessitamos”. O Sumo Pontífice ainda enviou, a todos, uma propiciadora Bênção Apostólica, pedindo que não deixem de rezar por ele.

Clique aqui e confira a carta da Secretaria de Estado.

Conteúdo Relacionado
X