“Deus está reinventando o mundo, resignificando relações e modos de proceder”, diz Dom Gil durante Missa de Ramos

0

“Estamos fechados em nossas casas, mas não estamos, na verdade, isolados uns dos outros”, disse o Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, durante a homilia da Missa de Ramos, realizada na manhã desse domingo (5), na Catedral Metropolitana. “Fico pensando que em certo sentido estamos muito mais juntos agora, mais conectados. O mundo inteiro está rezando muito mais; nunca o papa, os bispos, os padres estiveram tão presentes em nossas casas, como agora. A Palavra de Deus está chegando intensamente em nossos lares e no coração da maioria”, completou o Pastor, dirigindo-se aos fiéis que acompanhavam a celebração pela internet.

Durante sua reflexão, entoada para uma igreja quase vazia, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Arcebispo ainda ressaltou o trabalho da Pastoral da Comunicação, que tem permitido que as celebrações sejam acompanhadas, de casa, pelos fiéis. Dom Gil também relacionou o atual momento com o episódio recordado no Domingo de Ramos, em que Jesus entra em Jerusalém aclamado pelos judeus. “Tudo o que está acontecendo me parece nova entrada de Jesus nas ‘Jerusaléns’ das nossas vidas, de nossos lares, das nossas cidades, nossas nações, nosso mundo. Há um movimento re-iniciador, re-criador, e é preciso tomar em nossas mãos os ramos da alegria, estender ao chão os mantos do respeito, da reverência, da adoração a Cristo que vem chegando montado em seu jumentinho de simplicidade, de humildade, de concórdia e de misericórdia para, outra vez, nos ensinar a viver.”

Durante entrevista, o Arcebispo de Juiz de Fora confessou um sentimento diferente ao presidir a Santa Missa. “Foi uma emoção celebrar desta forma nova, com a igreja vazia, mas, ao mesmo tempo, cheia de fiéis nas suas casas, nas Igrejas domésticas. Tenho a impressão de que Nosso Senhor está, agora, nos mostrando um novo caminho de evangelização, uma utilização muito mais intensa dos meios de comunicação para que a Sua palavra, de fato, chegue a todos ‘pelas ruas e sobre os telhados’ (cf. Mt 10,27)”.

O Administrador da Catedral, Padre José de Anchieta Moura Lima, e os Vigários Paroquiais, Mons. Luiz Carlos de Carlos e os padres Danilo Celso de Castro e Luiz Carlos Vitório, concelebraram com Dom Gil. Também participaram os diáconos Antônio Valentino da Silva Neto e Waldeci Rodrigues da Silva.

Coleta da Solidariedade

O Domingo de Ramos é marcado, em todo o Brasil, pela Coleta da Solidariedade, por meio da qual os fiéis demonstram seu comprometimento com a evangelização e promoção da dignidade dos pobres e oprimidos. Por conta da ausência do povo nas celebrações, o gesto concreto será realizado em outra data, ainda a ser definida.

“Nós vamos marcar um outro dia para fazer essa coleta, e você vai guardar um pouco daquilo que tem para dar para aqueles que não têm. Se você não pode fazer o seu gesto concreto, dando o seu dinheiro, você pode dar o seu coração”, concluiu Dom Gil, destacando gestos de solidariedade que marcam o momento da pandemia, como o auxílio de jovens aos mais velhos no uso da internet.

Clique aqui e confira, na íntegra, a transmissão da Missa de Ramos.

Você pode ver mais fotos da Celebração na página da Arquidiocese de Juiz de Fora no Facebook.

Conteúdo Relacionado
X