“A ressurreição é isto: possibilitar a eles a esperança, a alegria, o amor de Deus”, afirma Dom Gil em Missa de Páscoa na Obra dos Pequeninos de Jesus

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na última quinta-feira, 4 de abril, o Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, presidiu a Missa de Páscoa na Obra dos Pequeninos de Jesus, projeto mantido pela Fundação Maria Mãe. A Eucaristia, que contou com a participação dos atendidos pela obra, funcionários e voluntários, foi concelebrada por seu Diretor Espiritual, Padre Erelis Camilo Resende de Paiva. Os diáconos permanentes Alvaro Shwenck Spindula, Waldeci Rodrigues da Silva e Hélio Rodrigues de Oliveira – que é o Diretor-Presidente da Fundação – serviram ao Altar.

“É um dos momentos mais importantes, que mais me enche o coração. Nós celebramos aqui de vez em quando e na Páscoa temos uma missa muito especial”, afirmou Dom Gil, que faz questão de celebrar no local várias vezes ao ano. “Hoje é o dia da Páscoa dos nossos pobres, dos nossos moradores de rua, daqueles que lutam com maior dificuldade no meio social. Nós temos, aqui, homens e mulheres, jovens, adultos e velhos, reunidos ao redor da Mesa Eucarística do Senhor, e depois oferecemos o café, como acontece, aliás, todos os dias. Mas hoje é um dia muito especial, é um dia de festa. Celebrar a ressurreição do Senhor é celebrar também a vida desses nossos irmãos, os quais nós queremos tirar da indigência para que possam ter uma vida sempre mais digna e mais confortável”, completou. O Pastor Arquidiocesano ainda falou da mensagem que a Páscoa deixa para as pessoas atendidas pela Fundação Maria Mãe. “Todos nós precisamos da bênção de Deus para conservarmos a nossa vida espiritual. A ressurreição é isto: possibilitar a eles a esperança, a alegria, o amor de Deus.”

No mesmo sentido, Diácono Hélio ressaltou a importância da celebração pascal. “Essa Missa é muito importante, porque traz à nossa mente que Páscoa é tempo de renascimento, é tempo de mudança de vida, é tempo de novas esperanças, e a população tão afligida, tão sofrida na rua precisa ter esperança de uma mudança de vida, de tempos melhores. E isso é o que a obra tenta proporcionar a todos os nossos assistidos.”

Padre Erelis preside semanalmente, às segundas-feiras, a Santa Missa no local. De acordo com o sacerdote, a Eucaristia é capaz de acalmar os corações que muitas vezes chegam agitados. “Quando entra aqui dentro começa a oração e eles se sentem em casa, porque eu faço sempre a homilia de acordo com as perguntas que eles me fazem. Eu vejo que a caminhada da fé aqui tem aumentado e a resposta do Cristo ressuscitado na vida deles tem sido testemunho de fé para nós”, salientou. O Diretor Espiritual da Fundação Maria ainda fez um convite. “Convido a todos para vir aqui fazer uma visita, para ver como os moradores de rua se comportam como pessoas de bem. Mesmo estando numa situação degradada de sofrimento, de angústia, de dor, são pessoas humanas e que merecem o nosso respeito. Não conversam na missa, fazem silêncio, participam, fazem leituras, fazem as preces, pedem para participar. Isso é um sinal de que a evangelização tem sido realizada com sucesso”, pontuou.

Convite

Diácono Hélio, Diretor-Presidente da Fundação, aproveitou a oportunidade para fazer um apelo. “Aproveito esse momento para fazer um apelo à Igreja, às pessoas de boa vontade, que venham conhecer a nossa obra em primeiro lugar, venham ver o serviço que nós fazemos à população em situação de rua. E, depois, se quiserem, podem se tornar um dos nossos voluntários, um dos doadores que ajudam a manter essa obra.”

A Fundação Maria Mãe conta, atualmente, com cerca de 30 voluntários, que se revezam durante a semana e ajudam a preparar o café e a distribuí-lo. Além do voluntariado, as pessoas que quiserem ajudar a obra podem encaminhar doações de alimentos, sobretudo de leite, café e açúcar, que são os itens mais utilizados, ou em dinheiro, através de PIX ou depósito bancário. O que é arrecadado em espécie ajuda nas contas de luz, água e outros impostos, e também na compra de descartáveis e material de limpeza.

Os interessados em ajudar podem enviar o PIX para:

– CNPJ 02.152.286/0001-56
– E-mail: [email protected]

Ou, ainda, TED ou depósito bancário para:

– BB – Banco 001 – Ag. 0024-8 – Conta 29.893-X
– CEF – Banco 104 – Ag. 1536 – Conta 1.034-2, operação 003

Veja Também