17 de agosto de 2021

Promoção da vida e do apostolado dos fiéis leigos, cuidado pastoral dos jovens, da família e apoio à vida humana. Estas são algumas das diretrizes que orientam as atividades do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, instituído pelo Papa em 15 de agosto de 2016 com a carta apostólica sob a forma de motu proprio Sedula Mater. “A Igreja Mãe cuidadosa”, diz o texto, “sempre teve, ao longo dos séculos, cuidado e consideração pelos leigos, pela família e pela vida, manifestando o amor do Salvador misericordioso para com a humanidade”. A Carta Apostólica prossegue: “Asseguramos que os dicastérios da Cúria Romana sejam adaptados às situações do nosso tempo e às necessidades da Igreja universal. Em particular, nossos pensamentos voltam-se para os leigos, para a família e para a vida, aos quais desejamos oferecer apoio e ajuda, para que possam ser um testemunho ativo do Evangelho em nosso tempo e uma expressão da bondade do Redentor”.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
A escolha dos participantes para a Assembleia Eclesial da América Latina e do Caribe é um dos assuntos da reunião do Conselho Episcopal Pastoral (Consep) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) nesta quarta-feira, 18. O evento está marcado para novembro deste ano.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email