16 de abril de 2021

A 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) chegou ao fim no início da tarde desta sexta-feira, 16 de abril, após uma série de partilhas e comunicados de Comissões e organismos. Durante a última sessão, os bispos também rezaram por ocasião do aniversário do Papa emérito Bento XVI, que completa 94 anos hoje, saudaram os administradores diocesanos e lembraram dos membros do episcopado falecidos nos últimos dois anos. Na avaliação do Arcebispo de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, a assembleia foi maravilhosa.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
O Colégio Academia, de Juiz de Fora (MG), completa em 2021, 130 anos de existência, sendo tradicional cartão-postal da cidade e preservando a história. História essa, que começa a ser construída e contada em 1891. Com o nome de Sociedade Anônima Academia de Comércio era o primeiro Instituto Superior de Comércio do Brasil, voltado ao ensino comercial, sendo posteriormente esse ensino revitalizado e ministrado para crianças e jovens como é feito até os dias atuais. Em entrevista à Rádio Catedral, o Diretor Administrativo, João Luis Cotta, contou grandes momentos desses 130 anos. A começar pela criação do colégio. “Baptista de Oliveira, o fundador, se inspirou em uma Escola dos Altos Estudos Comerciais, de Paris. Além da inspiração filosófica de ensino, lá da França, ele traz o desenho arquitetônico do imóvel. O prédio que temos hoje, construído na rua Halfeld, segue o desenho que veio de Paris, em 1891, descreve ele.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
O Papa Francisco afirmou que uma política que ignora os pobres não promove o bem comum. A frase foi dita em mensagem de vídeo aos participantes da Conferência Internacional “Uma política arraigada no povo”, em andamento, em Londres, na Inglaterra. Promovida pelo Centro de Teologia e Comunidade em Londres, a iniciativa aborda os temas tratados no livro do Papa Francisco, “Sonhemos Juntos”. As reflexões são centradas especialmente no que diz respeito aos movimentos populares e organizações que os apoiam.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulga nesta sexta-feira, 16 de abril, a mensagem do episcopado brasileiro que reunido, de modo online, na 58ª Assembleia Geral da CNBB, se dirigiu ao povo neste grave momento. No texto, os bispos afirmam que diante da atual situação pela qual passa o Brasil, sobretudo em tempos de pandemia, não podem se calar quando a vida é “ameaçada, os direitos desrespeitados, a justiça corrompida e a violência instaurada”. Os bispos asseguram que são pastores e que têm a missão de cuidar. “Nosso coração sofre com a restrita participação do Povo de Deus nos templos. Contudo, a sacralidade da vida humana exige de nós sensatez e responsabilidade”, dizem.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Na vasta pauta de assuntos abordados pelo episcopado brasileiro na manhã deste último dia da 58ª Assembleia Geral da CNBB, esteve a questão dos Ministérios concedidos às mulheres. No dia 11 de janeiro de 2021, o Papa Francisco publicou a Carta Apostólica em forma de Motu Proprio Spiritus Domini, na qual altera o primeiro parágrafo do cânon 230, do Código de Direito Canônico (CDC), estendendo o ministério do leitorado e acolitado também às mulheres. O assunto foi apresentado pelo assessor jurídico-canônico da CNBB, frei Evaldo Xavier Gomes, que falou aos bispos o que, concretamente, foi alterado no Cânon. Trata-se da possibilidade de todo batizado e batizada ser instituído para o ministério de leitor e acólito.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
A quarta Coletiva de Imprensa da 58ª Assembleia Geral da CNBB tratou, nesta quinta-feira (15) da realidade pandêmica no Brasil e a trajetória da Ação Solidária Emergencial “É tempo de Cuidar”, que lança agora a segunda fase. Participaram, o Bispo de Roraima (RR), segundo vice-presidente da CNBB e presidente da Cáritas Brasileira, Dom Mário Antônio da Silva; o Arcebispo de Manaus (AM), Dom Leonardo Steiner, e o Arcebispo de Florianópolis (SC), Dom Wilson Tadeu Jönk.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
O Tempo Pascal tem sido marcado por iniciativas de solidariedade em paróquias da Arquidiocese de Juiz de Fora. No último domingo (11), por exemplo, quando a Igreja celebrou a Festa da Divina Misericórdia, a Paróquia São Miguel e Almas, de Santos Dumont (MG), arrecadou quase uma tonelada de alimentos não-perecíveis em prol de famílias carentes da cidade. Já a Paróquia São José, localizada no Bairro Costa Carvalho, em Juiz de Fora, já começou a distribuir as quase 3.500 caixas de bombons arrecadadas durante a Semana das Dores e a Semana Santa.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email