Tradicional Festa da Serra acontece na Comunidade Santa Maria Eterna

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Neste domingo, dia 1º de maio, a Comunidade Santa Maria Eterna, no Distrito de Humaitá de Minas, realizou sua Tradicional Festa no Alto da Serra. A festividade é uma tradição centenária e reuniu dezenas de pessoas.

Desde o início do dia peregrinos realizaram a subida até a serra de Santa Cruz, onde há uma pequena Capela dedicada a Santa Cruz e Nossa Senhora Aparecida. Quando os ponteiros do relógio apontam para o céu, teve início a Missa campal, presidida pelo Pe. Fernando Augusto Martins da Silva. Ao final da Eucaristia ocorreu a consagração a padroeira do Brasil.

Na sequência começou a confraternização, com fogos e leilão de prendas e assados.

Histórico

A festa da Serra é uma peregrinação que acontece uma vez por ano em Humaitá de Minas. Não se tem registros oficiais da data de sua origem, porém foi passada de geração em geração esse costume, que com o passar dos anos, virou tradição. No alto dessa Serra que esconde no distrito, sempre esteve plantado um cruzeiro, também conta com uma singela capela que é dedicada a Nossa Senhora Aparecida.

A origem da data da festa se deve a devoção a Santa Cruz de Cristo que, antes do concílio Vaticano II, era celebrada no dia 03 de maio. É uma festa muito antiga. Tem suas raízes no século V. Mesmo com a mudança da data pela Igreja, a comunidade manteve a tradição da subida até a Cruz no primeiro domingo de maio, que é o mais próximo do dia três.

Existem relatos, contados pelos moradores locais, que afirmam ocorrer caminhadas ao estilo penitenciais: fiéis subiam com pedra nas cabeças e chegando no alto as depositavam aos pés do Cruzeiro. Depois os peregrinos se reuniam para rezar o Santo Terço, e na sequencia compartilhavam de um grande piquenique.

Como passar dos anos a peregrinação foi se transformando em festa, similar a realizada atualmente. Conta-se que, ao menos uma vez, a banda de música que existia subiu e seus dobrados eram escutados no centro de Humaitá.

*Com informações de Pascom da Comunidade Santa Maria Eterna

Veja Também