Setenário das Dores de Nossa Senhora marca quinta semana da Quaresma

0

A celebração das Dores de Nossa Senhora antecede a Semana Santa e relembra as principais dores que a Mãe de Jesus sofreu durante sua vida, inclusive com a paixão, morte e sepultamento de Seu Filho. Entre os episódios postos em reflexão, ainda estão a profecia de Simeão sobre Jesus (cf. (Lc 2, 34-35), a fuga da Sagrada Família para o Egito (cf. (Mt 2, 13-21) e o desaparecimento do Menino Jesus durante três dias (cf. Lc 2, 41-51).

Em 2020, a Semana das Dores tem início neste domingo, 29 de março, e vai até o dia 4 de abril. Tendo em vista a orientação de isolamento social das autoridades de saúde e as determinações da Arquidiocese de Juiz de Fora, as paróquias e comunidades que celebrarão a semana temática farão transmissões através das redes sociais.

O Seminário Arquidiocesano Santo Antônio, por exemplo, dará início à Meditação das Dores de Nossa Senhora às 18h. As reflexões, que podem ser acompanhas pelo Facebook, Instagram e YouTube, serão feitas todos os dias pelos seminaristas. No mesmo horário, começa o Setenário na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro do Bairro Monte Castelo. Desta segunda-feira (30) a sábado (4), contudo, as lives pelas redes sociais da paróquia serão realizadas às 19h.

A Paróquia São João Paulo II, do Nova Era, realizará as meditações às 17h30, pelo Facebook, até o dia 4 de abril. Após cada dia do Setenário, será transmitida também a Santa Missa. Na Comunidade Santa Maria Eterna, localizada no Distrito de Humaitá, as reflexões serão realizadas às 19h, sendo a oração reproduzida pelos alto-falantes da igreja. Em seguida, elas serão divulgadas nas redes sociais da comunidade.

A Paróquia São Joaquim e Sant’Ana, de Santos Dumont (MG), também dará início à Semana das Dores neste domingo (29). Até o dia 4 de abril, haverá Santa Missa às 19h, com a meditação de uma das Sete Dores. Os fiéis poderão acompanhar pelo Facebook da paróquia. Na mesma cidade, a Paróquia São Miguel e Almas começou o Setenário durante a celebração da manhã. Até o sábado (4), entretanto, as meditações serão feitas às 19h, com transmissão pelo Facebook.

Em Bocaina de Minas (MG), os paroquianos poderão acompanhar a Semana das Dores através da Rádio “A Voz das Montanhas 87,9 FM” e pelo Facebook da emissora. As missas realizadas pela Paróquia Nossa Senhora do Rosário, com meditação das Dores, acontecerão sempre às 18h, de 29 de março a 4 de abril. Nesses mesmos dias, a Paróquia Santo Antônio, de Passa Vinte (MG), transmitirá pelo Facebook, às 19h, as reflexões diárias diretamente da Matriz.

As dores de Maria

1. A profecia de Simeão sobre Jesus (Lucas 2, 34-35)
2. A fuga da Sagrada Família para o Egito (Mateus 2, 13-21)
3. O desaparecimento do Menino Jesus durante três dias (Lucas 2, 41-51)
4. O encontro entre Maria e Jesus no caminho do Calvário (Lucas 23, 27-31)
5. Maria observando o sofrimento e morte de Jesus na Cruz (João 19, 25-27)
6. Maria recebe o corpo do filho tirado da Cruz (Mateus 27, 55-61)
7. Maria observa o corpo do filho a ser depositado no Santo Sepulcro (Lucas 23, 55-56)

Conteúdo Relacionado
X