Seminário Santo Antônio recebe familiares dos seminaristas

0

Todos os anos acontece o encontro das famílias dos seminaristas da Arquidiocese de Juiz de Fora. Ocorrido no último final de semana, no Seminário Arquidiocesano Santo Antônio, o dia de convivência contou com momentos de partilha, acolhida, oração, confraternização e o tradicional jogo de futebol “pais versus filhos”. O encontro foi marcado pela alegria.

Para o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, esse é considerado um dia muito importante para a Igreja Particular de Juiz de Fora. “Nós estamos celebrando esse encontro, que é uma alegria tanto para as famílias, como para os seminaristas, os formadores, para o bispo, afinal de contas, para a Igreja. A presença da família para a formação é muito importante. Não se pode pensar em uma formação que desligue completamente a presença da família, porque é lá que nascem as vocações, que se reza por elas e onde o seminarista recebe a sua ternura e amor, para que possa seguir sempre de maneira natural e terna o seu caminhar para o sacerdócio”.

Este final de semana de visita ao Seminário levou os mais diversos familiares, sejam eles crianças, adultos ou idosos, a se reunirem com o objetivo de conhecer mais sobre a realidade vivida pelos seminaristas. Segundo o Reitor do Seminário e vigário geral da Arquidiocese, Monsenhor Luiz Carlos de Paula, “esse momento fortalece os laços entre as famílias e o Seminário, local de formação, então é um momento de muita alegria, preparado com muito carinho por eles. Com momento de oração, celebração, confraternização, brincadeiras e também almoço, cafés, tudo isso nesse convívio bonito de família”.

Diversos formadores estiveram presentes durante as atividades. Assim, os familiares puderam conhecer os padres que acompanham os seminaristas. Entre os sacerdotes presentes, o Ecônomo e Formador do Propedêutico, Pe. Welington Nascimento de Souza; o Formador da Comunidade de Teologia, Pe. José Domício Ferreira da Silva; e o Formador da Comunidade de Filosofia, Pe. Jorge Luís Duarte; além do reitor do Seminário e do Arcebispo, que presidiu a Santa Missa no sábado (26).

Para o seminarista Robert Teixeira, a família é sustento. “É muito bom ter eles aqui, porque é aqui que passamos a maior parte do tempo. A minha vocação começa e se sustenta na minha família. O apoio que recebo em casa, pelas orações, os valores que eu trago vêm muito da minha família, acho que na vida de qualquer um”.

Ronny Moreira de Oliveira, estudante do terceiro ano de Teologia, pela quinta vez vivenciando o encontro, o aponta como “momento de festa” e destaca a oportunidade como fortalecedora de laços entre os seminaristas também. “Nesse contato nós vamos fortalecendo realmente este laço que nos une. A comunhão que a gente faz com a nossa casa, e depois com as outras famílias, nos propicia fazer comunhão com as comunidades. E isso é muito importante para a construção de um mundo melhor e para o anúncio do Evangelho”.

Para mãe do seminarista Ronny, Francis Oliveira, o encontro tranquiliza o coração das mães. “Estando aqui pode se saber de tudo, ver tudo… Aqui é uma casa muito acolhedora, além de ser uma casa de formação, onde a alegria transborda no olhar e nos corações”, afirmou.

O encontro terminou no domingo (27), com uma missa de encerramento na capela do Seminário. Ao final, algumas mães partilharam sua satisfação e agradeceram pelo final de semana.

Confira a cobertura feita pela WebTV “A Voz Católica”:

*Colaboração: Monalisa Lima
 **Com informações do Instagram do Seminário Santo Antônio

Conteúdo Relacionado
X