Seminário reflete sobre a conservação e preservação de bens culturais da Igreja

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

A Comissão de Bens Culturais do Regional Leste 2 (Minas Gerais e Espírito Santo) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em parceria com o Sistema ANIMA/PUC Minas, realizou na última semana, em Belo Horizonte (MG) o 5º Seminário Igreja e Bens Culturais – Evangelização e Preservação.

Com o objetivo de refletir sobre a conservação e preservação do patrimônio cultural, artístico, histórico e religioso da Igreja no Brasil, o encontro reuniu cerca de 120 participantes entre bispos, padres, religiosos e religiosas, arquitetos, arquivistas, bibliotecários, restauradores, pesquisadores, estudantes e seminaristas na PUC Minas – Campus Coração Eucarístico.

A programação do seminário teve palestras e mesas redondas com abordagens de temáticas nas áreas de direito patrimonial cultural, técnicas de conservação e restauração de bens móveis e imóveis, arquivos, conservação de preservação de museus e memoriais e constituições e regimentos da Comissões de Bens Culturais da Igreja.

A abertura do encontro, na noite de segunda-feira (22), aconteceu na Igreja São José, no centro de BH, com apresentação da obra de restauro e visita guiada com a professora Maria Regina Reis Ramos. Já o encerramento foi quinta-feira (25), com visita guiada ao Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, e celebração da Eucaristia na Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

A missa foi presidida pelo arcebispo metropolitano de Juiz de Fora e vice-presidente da Comissão de Bens Culturais do Leste 2, dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada pelo bispo diocesano de Oliveira e presidente da Comissão de Bens Culturais do Leste 2, dom Miguel Ângelo Freitas Ribeiro.

*Fonte: Site do Regional Leste 2 da CNBB

Veja Também