Secretário de Estado de Cultura visita Matriz de São José das Três Ilhas (MG)

0

No último sábado (28), o secretário de Estado de Cultura de Minas Gerais, Angelo Oswaldo de Araújo Santos, visitou a Igreja Matriz São José, no distrito de São José das Três Ilhas (MG). O arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, acompanhou a visita, juntamente com o administrador da paróquia, Padre Wesley Carvalho Neves, e o prefeito de Belmiro Braga, Afonso Henrique Carvalho Ferreira.

O objetivo da ida do secretário ao local, solicitada por Dom Gil, foi o de descobrir o que o Estado pode fazer para ajudar no restauro da igreja, patrimônio histórico e sacro da Arquidiocese de Juiz de Fora. “Trazemos aqui o secretário de Cultura para que ele possa nos indicar um caminho para apressar o restauro desta igreja, que para nós tem um significado tão grande, tanto no sentido religioso, por ser sede de uma paróquia antiga, como também no sentido cultural, porque é um patrimônio que também significa muito para o Estado de Minas. O nosso interesse é de proteger, salvaguardar e restaurar todo esse templo”, afirmou o arcebispo em entrevista à WebTV A Voz Católica.

Para o secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, a mobilização em prol do restauro do templo religioso é importante. “A Igreja de São José das Três Ilhas é um dos templos mais impressionantes de Minas Gerais, pela sua grandiosidade, pelo impacto que ela causa em todos aqueles que têm o privilégio de visitá-la. É uma grande obra do século XIX, um dos templos mais importantes do patrimônio cultural edificado do nosso estado, daí a razão desta igreja ter sido tombada pelo Iepha, que é o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais. Ela merece ser bem conservada e é importante constatar o zelo, não só da Arquidiocese de Juiz de Fora, como também da própria comunidade, que é a primeira guardiã e está presente no dia a dia da conservação da igreja”.

A igreja

*Foto: Danilo Moscon.

A Igreja de São José, implantada na encosta de uma colina, é um marco referencial no Distrito de Três Ilhas, pertencente ao município de Belmiro Braga (MG), e representa o poder que exerciam os barões de café da região, que contribuíram para sua construção. Por seu grande valor histórico, artístico e arquitetônico, o Centro Histórico de São José das Três Ilhas e a Igreja Matriz de São José foram tombados pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA/MG em setembro de 1997.

Obras previstas no projeto de restauração da Matriz São José:

– Reforço da fundação do templo;

– Drenagem e cobertura;

– Nova instalação hidrossanitária;

– Reforma da cobertura;

– Restauração dos pisos;

– Reforma dos forros e elementos de madeira;

– Novas instalações elétricas;

– Restauração de elementos artísticos;

– Reforma da estrutura;

– Restauração da alvenaria e vedações;

– Restauração dos revestimentos (marcenaria/carpintaria);

– Restauração da pintura e polimento.

Conteúdo Relacionado
X