Santa Sé anuncia data da viagem do Papa ao Congo e Sudão do Sul

Foto: Pixabay
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O Papa Francisco visitará a República Democrática do Congo de 31 de janeiro a 3 de fevereiro de 2023. Nessa mesma viagem, fará uma peregrinação ecumênica de paz ao Sudão do Sul de 3 a 5 de fevereiro. As datas foram anunciadas nesta quinta-feira, 1º, pela Santa Sé.

Francisco acolhe o convite dos respectivos chefes de Estado e bispos. Segundo o diretor de imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni, a peregrinação ecumênica será realizada junto com o arcebispo de Canterbury e o Moderador da Assembleia Geral da Igreja da Escócia.

Esta viagem apostólica chegou a entrar na agenda de Francisco em julho passado, mas precisou ser adiada por recomendação médica.

No Congo, Francisco visitará Kinshasa, capital e maior cidade do país. Já no Sudão do Sul, visitará a capital Juba. Além do anúncio das datas, a Santa Sé também publicou hoje o programa da viagem.

Programação no Congo

Francisco partirá de Roma rumo a Kinshasa no dia 31 às 7h55 (hora local) e deve chegar ao país às 15h (hora local). Será acolhido no aeroporto internacional e participará da cerimônia de boas-vindas no Palácio da Nação. No local, também acontecerá a tradicional visita privada ao presidente da república e o encontro com as autoridades civis e o corpo diplomático, ocasião de seu primeiro discurso.

Na terça-feira, 1º de fevereiro, Francisco presidirá a Santa Missa no aeroporto Ndolo. Outro compromisso será o encontro com as vítimas do leste do país na nunciatura apostólica. A programação do dia terminará com o encontro com os representantes de algumas obras caritativas, também na nunciatura apostólica.

No dia 2 de fevereiro, pela manhã, o Santo Padre se encontrará com os jovens e com os catequistas no “Estádio dos Mártires”. À tarde, se reunirá com a Igreja local: participará de um encontro de oração com os padres, diáconos, consagrados e seminaristas na Catedral Notre Dame do Congo. O último compromisso do dia será o também tradicional encontro privado com seus irmãos de congregação, os membros da Companhia de Jesus.

Em seu último dia no Congo, Francisco terá um encontro com os bispos. Logo depois, haverá a cerimônia de despedida no aeroporto e partida para Juba.

Peregrinação ecumênica no Sudão do Sul

O Papa deve chegar a Juba às 15h, pelo horário local. Essa etapa da viagem será acompanhada pelo arcebispo de Canterbury e pelo Moderador da Assembleia Geral da Igreja na Escócia.

Após a cerimônia de boas vindas, Francisco se reunirá com o presidente e o vice-presidente da República no Palácio Presidencial e discursará à sociedade civil e corpo diplomático do país.

No sábado, 4 de fevereiro, pela manhã, o Papa terá um encontro com os bispos, padres, diáconos, consagrados e seminaristas na Catedral de Santa Teresa. Ainda de manhã, se reunirá com os membros da Companhia de Jesus na nunciatura (encontro privado).

À tarde, será a vez de se reunir com os desalojados internos na “Freedom Hall”. Na sequência, participará da Oração Ecumênica no Mausoléu “John Garang”.

No domingo, 5, último dia da viagem, o Santo Padre presidirá a Missa no Mausoléu “John Garang” e rezará o Angelus. Esses serão seus últimos compromissos, após os quais seguirá para o aeroporto e retornará a Roma. Sua chegada está prevista para as 17h30, pelo horário local.

Fonte: Site Canção Nova

Veja Também