Pastoral Social da Catedral completa 57 anos de criação

0

A Pastoral Social da Catedral Metropolitana de Juiz de Fora completa 57 de existência nesta quarta-feira, dia 13 de maio. No ano de 1963 a pastoral foi instituída pelo pároco da época, Monsenhor Miguel Falabella de Castro.

Esse trabalho social, cujo nome é Centro de Ação Social da Catedral (CASC), foi declarado de utilidade pública municipal e estadual. Ele é regido por estatuto próprio e possui uma diretoria específica, da qual o presidente é o pároco. Seu funcionamento se dá por departamentos, que são: SOS Cristão, Grupo São José e profissionais, como fonoaudiólogos, psicólogos e advogadas.

O CASC atende às necessidades imediatas da população, como apoio às gestantes (trabalho realizado pelo Grupo São José – na maioria dos casos, mães adolescentes recebem kits para os bebês, os mesmos são confeccionados pelas leigas da terceira idade); atendimentos psicológicos, fonoaudiológicos, entre outros; e a distribuição de roupas e cestas básicas, pela qual mais de 150 famílias são beneficiadas com a entrega, num tempo máximo de seis meses – período necessário para que as famílias se reestruturem e possam se sustentar sozinhas.

A missão da Pastoral Social, além de evangelizar todas as pessoas que precisam dos serviços disponibilizados, é também acolher e atender aos mais necessitados, construindo uma igreja viva através da fraternidade e solidariedade.

Fonte: Site da Catedral de JF

Conteúdo Relacionado
X