Pasconeiros de todo Brasil se encontram em Itaici

*Foto: Adielson Agrelos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Pasconeiros e pasconeiras oriundos de diversas partes do Brasil estiveram reunidos, de 22 a 24 de julho, no Mosteiro de Itaici, em Indaiatuba (SP), para o 7º Encontro Nacional da Pascom, que trouxe o tema “Comunicação e sinodalidade: comunhão, participação e missão”. Os mais de 250 agentes da Pascom uniram-se a outros 300 que participaram de forma remota.

*Foto: Maurício Aoki

O Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, que também é o Bispo Referencial da Comissão de Comunicação e Cultura do Regional Leste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), participou do evento. As jornalistas Danielle Quinelato e Ana Maria Roberto também representaram a Arquidiocese de Juiz de Fora.

“Foi um encontro muito bom enquanto reúne gente do Brasil inteiro para pensar na comunicação na Igreja, que precisa progredir cada vez mais no seu poder comunicativo. A comunicação na Igreja tem como finalidade levar Cristo aos outros, levar a proposta de um mundo novo, de um mundo fraterno, de um mundo irmão; essa é a mensagem de Jesus para o mundo inteiro. É importante que haja esses encontros, portanto, para que a gente possa crescer”, apontou Dom Gil. “Esse encontro se reveste de importância também, porque, depois da pandemia, é a primeira vez que estamos nos encontrando presencialmente. Havia aqui representantes de praticamente todos os regionais, para que, aprofundando no conhecimento da missão da Pascom, possam agora voltar para os seus lugares e colocar em prática aquilo que a Igreja espera da Pastoral da Comunicação”, completou.

O Coordenador-Geral da Pascom Brasil, Marcus Tullius, que foi reconduzido ao cargo por mais quatro anos, fez um balanço do Encontro Nacional. “Foram três dias muito provocativos. Cada conferência, painel, as trilhas, todos trouxeram elementos muito importantes que nos motivam a ser uma Pascom sinodal, uma Pascom em saída, uma Pascom com cheiro de ovelhas, guiados pelo Papa Francisco.”

O 8º Encontro Nacional da Pascom acontecerá entre os dias 19 e 21 de julho de 2024, com local ainda a ser definido.

1º dia

*Foto: Maurício Aoki

O 7º Encontro Nacional da Pascom foi aberto, oficialmente, no final da tarde de sexta-feira (22), no Auditório Rainha dos Apóstolos. Durante a solenidade, foi entregue à Ir. Helena Corazza o Prêmio Comunicadora de Paz, entregue pelo Presidente da Signis Brasil, Alessandro Gomes.

A primeira Conferência foi com o Padre Sérgio Leal, de Portugal, que tratou sobre a temática do evento, comunicação e sinodalidade, destacando o momento presente da caminhada eclesial. Segundo ele, comunhão, participação e missão precisam ser pilares do agir missionário do comunicador cristão. “Fazer caminho sinodal é gerar processos. Sinodalidade é um caminho de conversão pastoral. É falar com liberdade e escutar com humildade”, destacou. O padre salientou, ainda, que o caminho da sinodalidade é um caminho aberto para ouvirmos o Espírito Santo. “Sinodalidade não é, necessariamente, um regime democrático, mas é um consenso apoiado numa decisão com o exercício de discernimento”, disse.

O encontro seguiu com uma roda de conversa sobre “Igreja Sinodal: perspectivas e desafios”, com a participação do Padre Aquino Júnior e da Ir. Teresinha Mendonça Del’Acqua. Em seguida, foram feitas partilhas de experiências de articulações na Pascom.

2º dia

*Foto: Maurício Aoki

A transversalidade da Pastoral da Comunicação e o eixo da espiritualidade foram os destaques da manhã de sábado (23). A primeira conferência trouxe o tema “Ser Igreja: transversalidade a serviço da comunhão”, trabalhado pelo Presidente da Comissão Pastoral para a Comunicação da CNBB, Dom Joaquim Mol. Com a motivação de que ser Pascom é ser Igreja, Dom Mol falou sobre os riscos de uma pastoral autorreferencial, apontando a transversalidade como caminho para a vivência da comunhão e dando indicativos para a vivência desta transversalidade nas comunidades eclesiais missionárias.

Já o tema da “Espiritualidade na comunicação: a oração como fonte de vivência da fé” foi abordado pela Irmã Maria Nilza, que enfatizou a necessidade de o agente da Pascom viver o eixo da espiritualidade como experiência espiritual pessoal e comunitária. Na parte da tarde, o evento seguiu com trilhas temáticas e, à noite, o encerramento das atividades foi com um momento cultural, com a peça teatral “Edith Stein, a estrela e a cruz”.

3º dia

*Foto: Adielson Agrelos

Durante o último dia do 7º Encontro Nacional da Pascom, foi anunciada a nova coordenação para o próximo quadriênio. A equipe é formada por Marcus Tullius, que continua com a missão de coordenador-geral, por Janaína Gonçalves, do Regional Leste 2, que assume a vice-coordenação, e Alex Ferreira, do Regional Nordeste 1, que assume como secretário-geral. O anúncio foi feito pelo presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, Dom Joaquim Mol, que também agradeceu à Patrícia Luz pelo exercício da função de secretária-geral nos últimos quatro anos.

Na ocasião, também foi apresentado o tema do 13º Mutirão Brasileiro de Comunicação, “Comunicar para a cultura do encontro”. O evento será realizado na cidade de João Pessoa (PB), entre os dias 13 e 16 de julho de 2023. Por fim, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil divulgou a lista dos finalistas nas sete categorias da 54ª Edição dos Prêmios de Comunicação. Os nomes dos vencedores serão conhecidos em celebração presencial, dia 18 de outubro, diretamente dos estúdios da TV Evangelizar, em Curitiba (PR).

*Com informações do site da Pascom Brasil

Veja Também