Paróquia Santa Luzia comemora 10 anos de beatificação da Madre Esperança de Jesus

No dia 31 de maio, quando a Igreja recordou a Festa da Visitação de Nossa Senhora, a Paróquia Santa Luzia, em Juiz de Fora, teve um outro motivo para celebrar: os 10 anos da beatificação de Madre Esperança de Jesus. A religiosa fundou as congregações das Servas do Amor Misericordioso e dos Filhos do Amor Misericordioso, sendo o ramo masculino responsável pela administração da paróquia juiz-forana há muitos anos.

A Missa em ação de graças foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, no Santuário Santa Luzia. “Quero, nessa oportunidade, louvar a Deus pelo trabalho dessa mulher totalmente dedicada às coisas de Deus, da Igreja, e que fundou essa família do Amor Misericordioso, espalhada hoje por vários lugares do mundo. Nós, aqui em Juiz de Fora, temos a alegria de contar com uma comunidade desta fundação, que vem fazendo muito bem à nossa Arquidiocese, na Paróquia de Santa Luzia. Madre Esperança reze também por nós, nesses 100 anos da nossa diocese juiz-forana”, pediu o Pastor Arquidiocesano.

Em entrevista, o Pároco da Paróquia Santa Luzia, Padre Fabiano Santos Admiral, FAM, resumiu a história da religiosa espanhola. “Desde jovem sentiu o chamado para a vida religiosa, a vida consagrada, e ela sempre teve esse coração aberto para fazer a vontade de Deus, como uma frase que ela sempre dizia: ‘custe o que custar’. Então, ela foi entendendo que a sua missão era anunciar ao mundo esta grande misericórdia de Deus. Deus é um pai bondoso e uma terna mãe. E divulgar, anunciar esse amor misericordioso, principalmente com as obras”, contou o sacerdote.

Em 1930, Madre Esperança de Jesus fundou, em Madri, a Congregação das Servas do Amor Misericordioso, e no ano de 1951 criou, em Roma, a Congregação dos Filhos do Amor Misericordioso. Às famílias religiosas soma-se a Associação dos Leigos do Amor Misericordioso (ALAM), grupo que promove e favorece a santidade da vida cristã nos leigos, vivendo com maior intensidade e compromisso a vocação batismal.

A atual Coordenadora da ALAM da Paróquia Santa Luzia, Vanessa de Souza Peyroton, comemorou os dez anos da beatificação. “Nós, Leigos do Amor Misericordioso, juntamente com os padres Filhos do Amor Misericordioso e as Servas, comungamos da mesma espiritualidade, do mesmo carisma, do legado da Beata Esperança de Jesus. Para nós, é uma grande festa hoje, por poder estar comemorando e seguindo o seu legado”, sublinhou.

Madre Esperança de Jesus Alhama Valera nasceu em Santomera (Múrcia-Espanha), no dia 30 de setembro de 1893. Após uma vida entregue ao serviço de Deus, dos sacerdotes e dos mais necessitados, morreu em Collevalenza (Itália), em 8 de fevereiro de 1983. Em 23 de abril de 2002, a Igreja, depois de reconhecer suas virtudes heroicas, declarou-a Venerável. Em 31 de maio de 2014, ela foi beatificada no Santuário do Amor Misericordioso, Collevalenza. Seu processo de canonização segue em curso.

Clique aqui e confira mais fotos da Missa.

*Com informações do site amormisericordioso.org

Veja Também