Paróquias de Juiz de Fora recebem doações em prol de gaúchos afetados por enchentes

*Foto: Diego Vara | Agência Brasil
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O Rio Grande do Sul enfrenta o maior desastre natural de sua história. De acordo com o boletim da Defesa Civil do Estado, divulgado na manhã desta terça-feira (7), o número de pessoas afetadas pelas chuvas subiu para 1,3 milhão.

Dos 497 municípios do estado, 388 tiveram problemas relacionados às chuvas. Os dados registram que o número de mortos subiu para 90 e há quatro óbitos em investigação, além de 132 desaparecidos e 361 feridos. Mais de 203 mil pessoas estão desalojadas: deste total, 48,1 mil estão em abrigos e 155,7 mil estão desalojados (em casas de familiares ou amigos).

Neste momento difícil, grupos de todo o Brasil têm unido forças para oferecer ajuda humanitária aos gaúchos. Além das doações em dinheiro angariadas por diversas instituições, entre elas, o Regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), voluntários se mobilizam para arrecadar alimentos, água e roupas em prol das pessoas afetadas.

Em Juiz de Fora, duas paróquias são pontos de coleta para a campanha solidária promovida pelo Rodoviário Camilo dos Santos: a Paróquia Santa Rita de Cássia, do Bairro Bonfim, e a Paróquia Nossa Senhora da Glória, do Morro da Glória. Em ambas, assim como em outros 11 locais da cidade, estão sendo recebidas doações de água potável, produtos de limpeza e de higiene pessoal, colchões (novos ou em bom estado), roupas de cama e de banho, cobertores, ração animal e cestas básicas fechadas. A iniciativa segue até esta sexta-feira, 10 de maio.

O Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, divulgou um vídeo no qual conclama os grupos de homens do terço de todo o Brasil a fazerem orações e também doações via Pix para os irmãos do Rio Grande do Sul. Confira:

*Com informações do site da Canção Nova

Veja Também