Papa nomeia Dom Eduardo Vieira dos Santos como Bispo para a Diocese de Ourinhos (SP)

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O Papa Francisco nomeou, nesta quarta-feira, 19 de maio, dom Eduardo Vieira dos Santos, até então bispo-auxiliar na arquidiocese de São Paulo (SP), como bispo para a diocese de Ourinhos (SP). Conforme previsto no Cânon nº 401 §1 do Código de Direito Canónico, dom Salvador Paruzzo apresentou, em 15 de junho de 2020, seu pedido de  renúncia ao Santo Padre por se aproximar dos 75 anos. O bispo tornou público o pedido no boletim número 130 da diocese.

Trajetória do novo bispo de Ourinhos

Dom Eduardo Viera dos Santos nasceu em 18 de março de 1965 em Bom Sucesso (PR).  Em 1988, aos 23 anos, ingressou na Congregação de Santa Cruz, em São Paulo, chegando a emitir os votos solenes e a receber a Ordem do diaconato no mesmo Instituto. Fez sua primeira profissão religiosa em 1988, tendo sido ordenado presbítero em 15 de dezembro de 2000, incardinando-se na arquidiocese de São Paulo (SP).

Foi pároco na paróquia São João Gualberto por sete anos. De 2008 a 2013, foi vice-reitor do seminário de Teologia Bom Pastor, da arquidiocese. Ao mesmo tempo foi encarregado de acompanhar os diáconos permanentes daquela Igreja particular. De novembro de 2008 a janeiro de 2015 ocupou o cargo de chanceler do arcebispado de São Paulo. De agosto de 2013 a janeiro de 2015 foi cura da catedral metropolitana Nossa Senhora da Assunção e São Paulo Apóstolo.

Além do bacharelado e da licenciatura em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), é graduado em Teologia pelo Instituto Teológico Pio XI, de São Paulo; Possui o grau de mestre em Direito Canônico pela Pontifícia Universidade Lateranense, de Roma (PUL), através do Instituto de Direito Canônico “Padre Dr. Giuseppe Benito Pegoraro”, atual Faculdade de Direito Canônico “São Paulo Apóstolo”, de São Paulo.

Em 10 de dezembro de 2014 foi nomeado, pelo Papa Francisco, como bispo-auxiliar na arquidiocese de São Paulo e ordenado em 7 de fevereiro de 2015. Dom Eduardo adotou a expressão “Gaudete in domino“, com tradução ao português para “Alegrai-vos no Senhor”, como lema do seu episcopado.

Até a data da nomeação, ele ocupava a função de chanceler e cura da Catedral da Sé. Foi sagrado como bispo-titular de Bladia em 7 de fevereiro de 2014, na catedral da Sé, pelo arcebispo de São Paulo, cardeal Odilo Scherer. Até a presente data exerceu a função de vigário episcopal da arquidiocese de São Paulo e vigário geral para a região Episcopal Sé.

Fonte: Site da CNBB

Veja Também