Papa Francisco nomeia Dom Adilson Pedro Busin como novo Bispo de Tubarão (SC)

A Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou, nesta quarta-feira, 3 de maio, a nomeação do novo bispo da diocese de Tubarão (SC). O escolhido pelo Papa Francisco é dom Adilson Pedro Busin, atualmente bispo auxiliar da arquidiocese de Porto Alegre (RS). A diocese de Tubarão está vacante desde março de 2022, quando dom João Francisco Salm tomou posse na diocese de Novo Hamburgo (RS).

Biografia

Missionário da Congregação dos Padres Scalabrinianos, dom Adilson Pedro Busin nasceu em Sarandi (RS), em 20 de maio de 1965. Ingressou em 1979 no seminário da Congregação dos Missionários de São Carlos – Scalabrinianos. Estudou Filosofia na Universidade de Caxias do Sul e Teologia no Instituto Teológico São Paulo (ITESP), em São Paulo.

Foi ordenado presbítero em 9 de janeiro de 1993 e enviado ao Paraguai como animador vocacional e orientador espiritual no Seminário Nossa Senhora de Caacupe, em Ciudad del Este. Do Paraguai foi para Roma, onde fez mestrado em Ciências da Educação na Universidade Pontifícia Salesiana. Exerceu diferentes funções na congregação no Brasil e também nos Estados Unidos até ser nomeado como bispo auxiliar da arquidiocese de Porto Alegre pelo Papa Francisco, em 2016.

A ordenação episcopal ocorreu em 30 de abril do mesmo ano, presidida pelo então bispo da diocese de Caxias do Sul, dom Alessandro Ruffinoni. A celebração foi realizada em Sarandi. e dom Adilson escolheu como lema “Servo e peregrino no amor”.

Nesses sete anos de episcopado, dom Busin tem desempenhado diversas funções em âmbito regional e nacional, como a de secretário do Regional Sul 3 da CNBB, membro do Conselho Missionário e cooperação intereclesial, bispo referencial da Comissão Missionária do Regional (COMIRE), para as Pastorais Sociais na arquidiocese de Porto Alegre e para os Migrantes no Regional Sul 3 da CNBB.

Em âmbito nacional, também atuou como referencial da Comissão especial para o Tráfico Humano da CNBB. Desde 2019, é bispo referencial da Pastoral dos Brasileiros no exterior (PBE) e foi, no último quadriênio, membro da Comissão Episcopal para a Ação Missionária e a Cooperação Intereclesial da CNBB.

Fonte: Site da CNBB

Veja Também