Papa Francisco acolhe renúncia de Dom Romualdo Kujawski e nomeia novo Bispo para Porto Nacional (TO)

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O Santo Padre, o Papa Francisco, acolheu nessa quarta-feira, 14 de dezembro, o pedido de renúncia apresentado por dom Romualdo Matias Kujawski, bispo de Porto Nacional, no estado do Tocantins (TO). E nomeou para a mesma diocese dom José Moreira da Silva, atualmente bispo de Januária (MG). Ele será o sexto bispo da diocese de Porto Nacional. A Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou saudação ao novo bispo e agradecimento ao, agora, bispo emérito.

Dom José Moreira da Silva      

Dom José Moreira da Silva nasceu em Ponte Alta do Tocantins (TO). Cursou Teologia e Filosofia no Seminário Santo Antônio em Juiz de Fora (MG). Sua diocese de origem é Porto Nacional, onde desenvolveu seus trabalhos pastorais na condição de presbítero. Sua ordenação presbiteral se deu em 17 de janeiro de 1982.

Foi nomeado bispo de Januária em 12 de novembro de 2008, pelo então Papa Bento XVI. Sua ordenação episcopal foi em 17 de janeiro de 2009 na Catedral Diocesana de Porto Nacional, tendo como bispo ordenante o então Núncio Apostólico no Brasil, dom Lorenzo Baldisseri. Escolheu como lema episcopal “Misericordia in veritate” (Misericórdia na verdade).

Desde o ano de 2015 é bispo referencial da Cáritas Regional Minas Gerais.

Novo bispo emérito

Dom Romualdo Matias Kujawski nasceu em 24 de janeiro de 1947, em Poznan, na Polônia.  Com doutorado em teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, dom Romualdo fez seus estudos de filosofia e teologia em sua cidade natal, onde também recebeu a ordenação presbiteral em 24 de maio de 1973.

Antes de ser ordenado bispo, dom Romualdo foi vigário paroquial em Biezdrowo, Poznan; em Zniemysl, Poznan; em Ostrów Hlkp e professor no curso de teologia para leigos, Poznan. Foi também administrador paroquial de Kamionna, Poznan. No Brasil, foi professor de Teologia de Espiritualidade em Diamantina (MG) de 1988 a 1990; reitor do Seminário, em Diamantina, e do Seminário Interdiocesano do Divino Espírito Santo e vigário para a administração em Palmas de 1999 a 2008.

Foi sagrado bispo coadjutor de Porto Nacional no dia 15 de agosto de 2008, tomando posse em 30 de agosto do mesmo ano. Com a aceitação da renúncia do então bispo, dom Geraldo Vieira Gusmão, pelo Papa Bento XVI, assumiu como bispo titular em 4 de novembro de 2009, sendo o quinto bispo diocesano de Porto Nacional.

Fonte: Site da CNBB

 

 

Veja Também