Papa celebrará missa com a comunidade de Mianmar residente em Roma

Papa celebrando a Missa em Mianmar em 2017 / Foto: Vatican Media
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na tarde de segunda-feira (03) foi anunciado pela Prefeitura da Casa Pontifícia que o Papa Francisco celebrará uma missa para os fiéis da Comunidade de Mianmar residentes em Roma. A celebração será realizada no próximo dia 16 de maio, solenidade da Ascensão, às 10h da manhã, (horário de Roma) no altar da Cátedra de São Pedro.

O Papa: que o diálogo prevaleça

O Papa Francisco fez inúmeros apelos para o diálogo e a paz desde que o exército derrubou o governo de Aung San Suu Kyi em 1º de fevereiro e assumiu o controle do país. Os protestos da população, que saiu às ruas várias vezes contra o golpe militar, levaram a confrontos e violência com dezenas e dezenas de mortes. O Papa pediu repetidamente aos manifestantes que não tomassem medidas violentas e às autoridades que não repelissem os manifestantes com o uso da força. “Que o diálogo prevaleça sobre a repressão e a harmonia sobre a discórdia, e que a comunidade internacional forneça a ajuda necessária para que as aspirações do povo de Mianmar não sejam sufocadas pela violência”, disse o Papa Francisco na audiência geral em 17 de março. Mas ele havia usado uma expressão ainda mais forte:

Mais uma vez e com grande tristeza, sinto a urgência de evocar a dramática situação em Mianmar, onde tantas pessoas, especialmente os jovens, estão perdendo suas vidas para oferecer esperança a seu país. Eu também me ajoelho nas ruas de Mianmar e digo: acabem com a violência. Eu também estendo meus braços e digo: que o diálogo prevaleça. O derramamento de sangue não resolve nada. Que o diálogo prevaleça“.

Fonte: Site Vatican News

Veja Também