Papa aconselha leitura diária do Evangelho: é Jesus quem fala

*Papa Francisco preside a Santa Missa por ocasião do Domingo da Palavra de Deus (Vatican Media)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Após presidir a Santa Missa na Basílica de São Pedro por ocasião do Domingo da Palavra de Deus, o Papa Francisco assomou à janela do apartamento apostólico para o Angelus, recordando aos presentes na Praça São Pedro a importância de ler a cada dia uma passagem do Evangelho.

“Este terceiro domingo do Tempo Comum é dedicado de modo especial à Palavra de Deus. Redescobrimos maravilhados que Deus nos fala, sobretudo por meio das Sagradas Escrituras. Vamos lê-la, estudá-la, meditá-la, rezar com ela”, ressaltou o Pontífice.

O Domingo da Palavra de Deus foi por ele instituído em 30 de setembro de 2019 com o objetivo de reavivar nos fiéis a responsabilidade em conhecer a Sagrada Escritura. Durante o Angelus, Francisco repetiu um convite que costuma fazer: “Todos os dias leiamos uma passagem da Bíblia, especialmente do Evangelho: ali Jesus fala-nos, ilumina-nos, guia-nos. E recordo-vos o que já disse noutras ocasiões: tenham um pequeno Evangelho, um Evangelho de bolso, para o levar na bolsa, sempre conosco; e quando houver um momento durante o dia, ler algo do Evangelho. É Jesus quem nos acompanha. Um pequeno Evangelho de bolso, mas sempre conosco.”

Ano Novo Lunar

 Francisco dirigiu ainda uma saudação àqueles que festejam o Ano Novo Lunar: “Hoje desejo expressar meus votos de paz e bem a todos aqueles que celebram o Ano Novo Lunar no Extremo Oriente e em várias partes do mundo. Nesta alegre circunstância, porém, não posso deixar de manifestar a minha proximidade espiritual a quantos atravessam os momentos de prova causados ​​pela pandemia do coronavírus, na esperança de que em breve sejam superadas as atuais dificuldades. Por fim, faço votos que a gentileza, a sensibilidade, a solidariedade e a harmonia que se experimentam nas famílias tradicionalmente reunidas nestes dias, possam sempre permear e caracterizar nossas relações, familiares e sociais, para que possamos viver uma vida serena e feliz. Feliz Ano Novo!”

*Fonte: Site do Vatican News

Veja Também