Oratório São João Newman começa a funcionar na Rua São Mateus

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

No dia 8 de dezembro, Solenidade da Imaculada Conceição, a Paróquia São Mateus ganhou mais um espaço de oração: o Oratório São João Newman. Localizado na Rua São Mateus, número 271, o lugar já funcionou como casa paroquial e agora terá atividades diárias para os moradores do bairro e demais fiéis.

A inauguração foi marcada por Missa, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada pelo Pároco, Padre Geraldo Dondici Vieira. O Diácono Luiz Antônio da Cunha serviu ao Altar. “Essa é uma novidade na nossa caminhada pastoral da Igreja de Juiz de Fora, a inauguração de um espaço novo de oração, com uma vocação especial de acolher muitos irmãos que estão voltando para a Igreja Católica, vindos de várias igrejas protestantes e segmentos evangélicos”, apontou Dom Gil, recordando que John Henry Newman se converteu do anglicanismo à Igreja Católica e se tornou referência da vida eclesial no século XIX.

Ao final da Celebração, Dom Gil nomeou Padre Dondici como diretor espiritual de todos aqueles irmãos que estão retornando para o Catolicismo. O sacerdote informou que a Legião de Maria será responsável pela guarda do oratório, onde há um Sacrário. “Frank Duff, o fundador da Legião de Maria, inspirou-se muito em São João Newman. No manual da Legião de Maria, há trinta citações dele. Isso mostra que há uma grande afinidade entre este exército de missão que é a Legião de Maria e São João Newman.” Segundo o Pároco da Paróquia São Mateus, a intenção é de que no local haja Missas semanais, além de outras atividades diárias, como oração do terço e novenas.

A ideia de dedicar o espaço de oração ao ex-pastor anglicano foi de Eduardo Faria. Ele foi pastor da Igreja Presbiteriana durante dez anos e, após uma longa jornada de estudos teológicos, bíblicos e históricos, converteu-se ao Catolicismo. “Para mim, a inauguração desse oratório é de uma alegria que eu não consigo descrever com palavras, porque eu também vim do protestantismo. Na minha jornada de volta para casa, São João Newman foi um grande intercessor, nas leituras que eu fiz das obras que ele publicou, mas também eu tenho certeza que ao lado de Deus ele intercedia por mim, pela minha família.”

Veja Também