Nota de falecimento: Monsenhor Antônio Chámel, da Diocese de Leopoldina (MG)

*Imagem: Site da Diocese de Leopoldina
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Faleceu, na tarde da última sexta-feira, 20 de janeiro, aos 88 anos, o decano do clero da Diocese de Leopoldina, Monsenhor Antônio José Chámel. No dia anterior, ele havia sido hospitalizado no Centro de Terapia Intensiva da Casa de Caridade Leopoldinense com o quadro de pneumonia severa.

Natural de São Geraldo (MG), Antônio José Chámel completaria 89 anos de idade no dia 29 de janeiro. Viveu maior parte de sua vida em Leopoldina, município sede de bispado, onde trabalhou com todos os oito primeiros bispos na predita diocese, criada em 1942 pelo Papa Pio XII. “Padre Antônio foi um sacerdote muito piedoso e passou o seu ministério buscando os cansados, os doentes, os pobres, sempre demonstrando solidariedade e praticando a bondade. O seu lindo testemunho de fé mudou a vida de muitas pessoas e jamais mediu esforços para levar o amor de Deus aos corações de todos”, diz texto publicado no site da Diocese de Leopoldina.

Em mensagem, o Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora e Metropolita da Província Eclesiástica – à qual pertence a diocese leopoldinense -, Dom Gil Antônio Moreira, lamentou a notícia. “O pranteado Monsenhor foi um grande colaborador na Província Eclesiástica de Juiz de Fora, entusiasta e incentivador do binômio ‘comunhão e participação’ que tem norteado os ideais da Igreja nos tempos sucessivos do Concílio Vaticano II. Enviamos ao caro irmão, Dom Edson José Oriolo dos Santos, Bispo Diocesano, ao clero e a todo o povo que peregrina na Igreja leopoldinense, nossos sentidos pêsames e o sinal de nossa união de preces neste momento de dor e separação, unidos também na ação de graças por tudo o que ele foi para toda essa região. Sua Páscoa Definitiva é um testemunho de sua fé na Igreja, na vida e na ressurreição. RIP”, escreveu o Pastor Arquidiocesano.

Velório e sepultamento

*Foto: Site da Diocese de Leopoldina

Monsenhor Antônio José Chámel faleceu no Dia de São Sebastião, padroeiro da Sé Episcopal da Diocese de Leopoldina, a Catedral de São Sebastião. O féretro foi transladado para a Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário na noite do dia 20 de janeiro, sendo celebrada uma Santa Missa na mesma noite, presidida pelo Padre Fernando José de Freitas. A Paróquia do Rosário de Leopoldina foi uma das primeiras experiências de seu ministério sacerdotal. Monsenhor Chámel declarou em vida o desejo de ser velado nesta igreja dedicada à Nossa Senhora.

Durante a madrugada, muitos fiéis participaram do velório. Na manhã de sábado (21), três celebrações eucarísticas foram realizadas. O Bispo Diocesano, Dom Edson Oriolo, presidiu Missa Exequial às 15h, concelebrada pelo Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, e pelo Dispo de São João del-Rei, Dom José Eudes Campos do Nascimento, que também exerceu o seu ministério episcopal na Diocese de Leopoldina.

Após a Missa Exequial, os fiéis saíram em cortejo fúnebre, sob chuva, até o Cemitério Público Municipal Nossa Senhora do Carmo, onde Monsenhor Chámel foi sepultado.

*Fonte: Site da Diocese de Leopoldina

Veja Também