Nota de falecimento: Cláudio Pastro, grande artista sacro brasileiro

claudio pastro
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Cláudio Pastro, um dos maiores artistas sacros do Brasil, faleceu na madrugada desta quarta-feira, 19 de outubro, no Hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo, onde estava internado há vários dias. Ele será velado na capela do Mosteiro Beneditino de Itapecerica da Serra/SP, e será sepultado no cemitério daquele mesmo Mosteiro, às 16h, após a missa de corpo presente.

A última grande obra assinada por Cláudio Pastro foi o monumento em honra a Nossa Senhora Aparecida inaugurado nos Jardins Vaticanos, na Itália, em setembro deste ano. A inauguração da obra de arte, cuja réplica foi instalada no Santuário Nacional no último dia 8 de outubro, faz parte das celebrações do tricentenário do encontro da Imagem de Nossa de Senhora, que será celebrado em 2017.

O arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, lamentou profundamente o falecimento de Cláudio Pastro, de quem era amigo:

Como um dos Bispos responsáveis pelos Bens Culturais da Igreja no Regional Leste 2 da CNBB, e anteriormente no Regional Leste 1, manifesto imenso pesar por perder este irmão com quem pude ter boa amizade, e que serviu à Igreja no Brasil e em outras partes de mundo, com seu dom extraordinário na área da arte litúrgica.

Ao mesmo tempo, agradeçamos a Deus por nos ter dado uma pessoa tão generosa e tão competente em tudo o que realizava. Na ressurreição vai cantar as maravilhas de Deus eternamente!

Requiescat in pace (‘descanse em paz’).

Dom Gil Antônio Moreira
Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora

Veja Também