No Dia de Maria Mãe da Igreja, Catedral sedia 1º Encontro Arquidiocesano do Terço das Mulheres

Na segunda-feira depois de Pentecostes, a Igreja em todo o mundo celebra Nossa Senhora com o título de Mãe da Igreja. Na Província Eclesiástica de Juiz de Fora, a data tornou-se ainda mais especial a partir de 2022, quando o Papa Francisco declarou essa devoção mariana como Padroeira da união entre a Arquidiocese de Juiz de Fora e as dioceses de Leopoldina e São João del-Rei.

No último dia 20 de maio, a Bem-aventurada Virgem Maria Mãe da Igreja foi recordada na Catedral Metropolitana, durante Missa presidida pelo Arcebispo e Metropolita, Dom Gil Antônio Moreira. O dia ainda foi marcado por outros dois acontecimentos importantes: antes da Eucaristia, foi inaugurada a placa com o novo nome da travessa situada na Praça Dom Justino, onde fica a Gruta de Nossa Senhora Aparecida, em frente à Catedral, no Centro. Depois da aprovação da Câmara Municipal, em janeiro deste ano, a via agora passa a se chamar “Travessa Santa Maria Mãe de Deus e da Igreja”. A cerimônia de descerramento da placa contou com a presença de Dom Gil, do Pároco da Catedral, Padre João Paulo Teixeira Dias, e do vereador Juraci Scheffer, autor do projeto de lei.

“Representa um louvor a Deus, que nos deu a sua mãe por mãe; representa o momento em que nós pedimos a Maria a bênção para toda a Província Eclesiástica. Temos também um testemunho público do amor que nós temos a Nossa Senhora e da importância de Maria na história da salvação da humanidade”, afirmou o Pastor Arquidiocesano sobre o novo nome da travessa.

Em seguida, a oração do Santo Terço marcou o início do 1º Encontro Arquidiocesano do Terço das Mulheres, com a presença de representantes das paróquias onde o movimento já está consolidado. Logo após, foi celebrada a Santa Missa, durante a qual foram lembrados os seis anos do Terço das Mulheres da Catedral. Pioneiro na Arquidiocese de Juiz de Fora, o grupo é dedicado justamente a Maria Mãe da Igreja. “Todas as terças-feiras, as mulheres estão aqui em oração pela Igreja, conduzindo a oração como um gesto de amor à Virgem Maria e ao nosso Deus Salvador, Jesus Cristo, seu Filho, meditando os mistérios da sua vida, o mistério do seu amor, da sua paixão e ressurreição”, ressaltou Padre João Paulo.

Ao final da Celebração Eucarística, após a coroação da imagem de Nossa Senhora, Dom Gil comunicou a nomeação da fundadora do grupo da Catedral, Deuziana Miranda Levasseur Rocha, como Coordenadora Arquidiocesana do Terço das Mulheres. Exercendo a função, ela terá a responsabilidade de visitar as paróquias onde o movimento já existe e também de criar grupos naquelas onde ainda não há o Terço das Mulheres.

Clique aqui e confira outras fotos.

Veja Também