No 1º Domingo do Advento, fiéis recordam sétimo dia do falecimento de Monsenhor Miguel Falabella

0

Na manhã do último domingo (29), o primeiro do Tempo do Advento, foi celebrada, na Catedral Metropolitana de Juiz de Fora, a Missa de sétimo dia do falecimento de Monsenhor Miguel Falabella de Castro. O presbítero faleceu em 23 de novembro, vítima da Covid-19. A celebração foi transmitida ao vivo pela Rádio Catedral e pela WebTV “A Voz Católica”.

A Eucaristia foi presidida pelo Administrador da Catedral, Padre José de Anchieta Moura Lima, e concelebrada pelo Vigário Geral da Arquidiocese, Monsenhor Luiz Carlos de Paula. Ao lado do altar foi colocado um quadro com uma foto de Monsenhor Miguel Falabella, cujo exemplo foi recordado por Padre Anchieta durante a homilia. “Monsenhor deixa uma marca muito bonita de alegria, de simplicidade. Fiquei muito emocionado com a forma como ele deixou seu testamento, deixando para as pessoas mais pobres os poucos bens que tinha. Que nós possamos trazer na nossa vida todos os ensinamentos, todo o espírito missionário, todo aquele jeito bom, alegre e muito firme nas suas colocações, nas suas pregações, tudo aquilo que ele deixou de bonito e que marcou a vida da nossa Igreja.”

O sacerdote ainda citou as pessoas que, assim como Monsenhor Falabella, faleceram em decorrência do novo coronavírus. “A gente sabe o quanto o Monsenhor significou, significa e vai significar na vida de cada um de nós, daqueles que conviveram bem de perto, daqueles que acompanharam a sua longa jornada de 40 anos de atividade pastoral aqui na Catedral. Que Deus o acolha no Reino Eterno, como também nós incluímos com ele todas as outras pessoas falecidas vítimas da Covid-19, que nem sempre tiveram a oportunidade de ter uma celebração de exéquias por causa da pandemia.”

O Administrador da Catedral ainda falou sobre o início do novo Tempo Litúrgico, período de espera e expectativa. “São dois os sentidos fortes do Advento: o sentido do Emanuel, Deus conosco, Aquele que vem ao nosso encontro; mas também o dia em que nós vamos nos encontrar no Reino da Glória, a chamada Parusia. Acolhemos Jesus que vem, mas vamos ser acolhidos por Ele no Reino da Glória, da ressurreição dos justos”.

No início da celebração, aconteceu o rito da bênção da Coroa do Advento e da primeira vela. “Nós temos as quatro velas, que fazem recordar os quatro domingos do tempo do Advento. Cada vela com uma cor, recordando o momento especial que vamos vivendo a cada semana”, explicou Padre Anchieta.

*Fotos: Assessoria da Catedral Metropolitana

Conteúdo Relacionado
X