Missa recorda 168 anos da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na noite da última sexta-feira (5), o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, presidiu, na Capela Senhor dos Passos, a Missa em ação de graças pelos 168 anos da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora. A Eucaristia foi concelebrada pelo Diretor-Secretário do Conselho de Administração do hospital, Padre José Leles da Silva, e pelo Vice-Provedor da Irmandade de Nosso Senhor dos Passos, Padre Renato Alves.

Membros da Irmandade, da diretoria, lideranças e colaboradores do Grupo Santa Casa estiveram presentes. “Esta entidade é de grande importância para toda a região da Zona da Mata mineira. Ela é uma casa que tem origem no coração bondoso de um casal católico cristão, que empreendeu esta iniciativa com seu dinheiro próprio e deixou para nós essa herança tanto física quanto espiritual de grande importância”, contou Dom Gil. “A Arquidiocese de Juiz de Fora se alegra muito com aquilo que a Santa Casa vem prestando de serviço durante todo esse tempo em favor da pessoa humana, da saúde, independente de religião ou de qualquer outra coisa; ela está sempre aberta para ajudar a pessoa humana a recuperar a sua saúde física e também espiritual”, completou o Arcebispo, que é Diretor “ex officio” da Irmandade Senhor dos Passos, mantenedora da Santa Casa de Misericórdia.

O Provedor da Irmandade, Gláucio Mendes Franco, também comemorou a data. “São 168 anos de luta pela caridade cristã, pela comunidade como um todo, sem discriminar ninguém, dentro do espírito cristão de atender a todos de um modo igual, justo, e ao mesmo tempo fazer isso em homenagem a Cristo.”

Já Padre Leles lembrou que a Santa Casa de Juiz de Fora atende a toda a região da Zona da Mata e também uma parte do Estado do Rio de Janeiro. “São muitas pessoas acolhidas aqui. Sobretudo nesse tempo em que passamos por muitas dificuldades, na pandemia, a Santa Casa perseverou, manteve o seu papel e está aí, há 168 anos, servindo com misericórdia, de modo especial àqueles que são os prediletos de Jesus, os mais pobres e os mais esquecidos.”

O Vice-Presidente do Conselho de Administração, Emanuel Rodrigues de Mattos, recordou os antepassados e contou como é estar à frente da instituição de saúde. “É dar continuidade ao processo enfrentando desafios diferentes, porque a sociedade muda, a forma de administrar muda, mas o acolhimento à pessoa que mais necessita continua da mesma forma.”

Clique aqui e confira mais fotos da Celebração.

Veja Também