Missa no Cemitério Municipal de Juiz de Fora recorda mães falecidas

0

Na manhã desse domingo (12), o arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, presidiu missa em memória das mães falecidas no Cemitério Municipal Nossa Senhora Aparecida, em Juiz de Fora. Dezenas de pessoas que foram ao local para visitar os túmulos de seus entes queridos participaram da celebração, que foi auxiliada pelo Diácono Sebastião Afonso.

Durante sua homilia, Dom Gil refletiu sobre o evangelho do Bom Pastor, lembrado no quarto domingo da Páscoa. No entender do arcebispo, essa é a imagem mais bonita de Cristo relatada na Bíblia. “Nesse domingo do Bom Pastor nós devemos agradecer ao Nosso Senhor a alegria de ser ovelha do seu rebanho. Nós somos atraídos por Ele, nós os seguimos, nós ouvimos a Sua voz, nós queremos seguir aquilo que Ele nos diz. Neste mundo de multiplicação de meios de comunicação, você pode ouvir as coisas mais diferentes e às vezes até contraditórias, mas é preciso que a gente tenha o cuidado de distinguir, entre tantas vozes, a voz de Cristo. É a Ele que nós queremos seguir, a mais ninguém”.

Dom Gil ainda comparou a missão das mães com a imagem do Bom Pastor, cuja missão é cuidar das ovelhas, e lembrou de Nossa Senhora. “Muita gente diz uma coisa que é verdade: mãe é tão bom que até Deus quis ter uma. Para vir à terra, Deus, Nosso Senhor, quis precisar de uma mãe. Então, assim como Deus quis precisar de Nossa Senhora para nos enviar o Seu Filho, nós também, imitando a Deus, a amamos como mãe das mães e vamos, às vezes, a Deus através dela, através do coração materno de Maria”. Por fim, o arcebispo pediu orações a todas as mães. “Então, neste dia, vamos também confiar à proteção de Nossa Senhora, mãe de Jesus, as nossas mães da terra, aquelas que já faleceram e também aquelas que estão aqui, para que possam ter as bênçãos de Deus e serem mães de verdade, traduzindo para seus filhos o amor que vem do alto, o amor de Deus”.

No final da celebração, foi lido um texto em homenagem às mães. Em seguida, todas as que estavam presentes foram convidadas a aproximarem-se do altar para ouvirem, de perto, a canção “Ave Maria”, entoada pelo diácono Sebastião. Depois, Dom Gil deu uma bênção especial a todas as mães. O arcebispo ainda abençoou as capelas mortuárias 3 e 4, recém reformadas, nas quais aspergiu água benta.

Conteúdo Relacionado
X