Milhares de pessoas acompanham ordenação presbiteral e instituição do Ministério de Leitor a seminaristas

0

Emerson de Assis Braz. Esse é o nome do mais novo padre da Arquidiocese de Juiz de Fora. A ordenação presbiteral ocorreu na manhã de sábado, 9 de março, em Celebração Eucarística na Catedral Metropolitana. A Santa Missa foi presidida pelo arcebispo, Dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada por grande parte dos sacerdotes de nossa Igreja Particular. Os diáconos permanentes e seminaristas também estiveram presentes servindo ao altar, além dos candidatos ao Diaconato.

Na ocasião, Dom Gil ainda instituiu como leitores quatro seminaristas: João Carlos Ventura de Oliveira, Kayo Cerqueira de Paiva, Leandro de Senna Monaia e Rafael Lúcio da Silva Damasceno. O rito foi realizado logo no início da celebração, quando os estudantes receberam, cada um, o livro da Sagrada Escritura. Este é o primeiro passo dos aspirantes rumo ao sacerdócio. Na Quinta-feira Santa, 18 de abril, eles receberão o Ministério do Acolitato.

Já o rito da ordenação começou após a leitura do Evangelho. O então diácono transitório aproximou-se do altar e viu o reitor do Seminário Arquidiocesano Santo Antônio, Padre Roberto José da Silva, falar ao arcebispo metropolitano a sua dignidade enquanto candidato ao presbiterado. Após a homilia, Emerson fez, diante de Dom Gil, o chamado “propósito do eleito” e reafirmou o seu compromisso de obediência. Em seguida, prostrou-se diante do altar, momento em que todos os presentes fizeram preces em forma de ladainha, pedindo aos santos e beatos de Deus que derramassem graças sobre o futuro padre.

Depois desse momento de grande emoção, o diácono se ajoelhou e, na imposição de mãos de Dom Gil e dos sacerdotes presentes, foi feita e prece de ordenação. Com a ajuda de seus pais, do Padre Gleydson Pimenta de Faria e do Diácono Gétero Júnior, paramentou-se com as vestes de presbítero. Em seguida, teve as mãos ungidas e recebeu, das mãos de Dom Gil, o Pão e o Vinho.

“O momento da ordenação de um padre é de grande alegria para a Igreja local, para o coração do bispo. Hoje ordenamos o Padre Emerson de Assis Braz, depois de uma bela preparação. Um seminarista muito bom, um diácono excelente”, afirmou o arcebispo metropolitano de Juiz de Fora. “A primeira missão de um padre é anunciar Jesus Cristo pela palavra e pela vida, presidindo os sacramentos, fazendo as suas homilias, organizando a pastoral, administrando a paróquia que lhe for confiada, desempenhando as tarefas que a Igreja lhe confiar”, completou.

Dom Gil também falou dos quatro seminaristas que receberam o Ministério do Leitorato. “Primeiro passo eles dão hoje, para depois subirem os degraus do altar. Que Deus os abençoe! Nós os acolhemos com grande alegria”. Em nome dos neoleitores, o seminarista João Carlos resumiu o sentimento de iniciar a caminhada em direção à consagração definitiva. “Com grande alegria, eu e meus irmãos Kayo, Leandro e Rafael recebemos hoje a instituição ao Ministério de leitor, que é algo simples, mas um passo muito significativo rumo à caminhada sacerdotal. Hoje recebemos a Palavra de Deus para sermos leitores assíduos, mas, ao mesmo tempo, e principalmente, sermos testemunhas dessa Palavra que é vida e traz salvação a nós”.

Ao final da Santa Missa, em meio aos cumprimentos de familiares e amigos, Padre Emerson deixou transparecer sua emoção. “É uma alegria muito grande celebrar essa dádiva de Deus dada à minha pequenez; eu que sou tão pobre, tão mendigo da graça de Deus. Por isso, rendo graças por Ele ter me escolhido, rendo graças porque Ele me convocou com o seu amor. E ao mesmo tempo peço a Ele que me dê a graça, a força para que, responsável por essa missão, possa levar a todos a alegria desse mesmo Jesus que abraça a nossa vulnerabilidade, abraça a nossa humanidade e deseja levar a todos perdão, o amor e a paz”.

O sacerdote presidiu suas primeiras missas nesse domingo (10): pela manhã, a celebração foi na Capela Santa Clara do Bairro Milho Branco, comunidade onde cresceu; à noite, na Matriz Nossa Senhora de Lourdes, no Francisco Bernardino, igreja em que recebeu os Sacramentos do Batismo e da Crisma, além da ordenação diaconal. No próximo domingo, dia 17, às 19h, Padre Emerson celebrará na Paróquia Bom Jesus do Matozinhos, em Bom Jardim de Minas (MG), onde passou os últimos dois anos de trabalho pastoral.

Conteúdo Relacionado
X