Milhares de fiéis participam das missas de finados no Cemitério Municipal

0

Como acontece todos os anos, através da Diaconia da Esperança, são celebradas diversas missas no Cemitério Municipal de Juiz de Fora. Eram esperados 1500 participantes para as missas do dia de hoje.

A segunda Celebração Eucarística do dia foi presidida pelo padre Gil Condé da Silva, pois Dom Gil Antônio Moreira não pode estar presente por conta do 1° Congresso Internacional de Educação Católica da Arquidiocese. 

Para o celebrante, este é um importante dia para os cristãos. “Estamos aqui para lembrar de pessoas queridas que já partiram para a casa de Deus. Quando a gente lembra dos nossos irmãos falecidos, a gente lembra de todas as coisas boas que essas pessoas nos deixaram, nos ensinaram e representaram para nós”. 

Um grande número de pessoas estiveram participando. Algumas delas realizam esta prática todos os anos, como Nice Silva, moradora do bairro Solidariedade. “Venho todo ano celebrar para toda minha família. É uma missa que a gente nunca deve deixar de vir. É como aquela frase: Saudade sim, tristeza não”. 

Na homilia, o sacerdote frisou a certeza da vida eterna, porém lembrando que ela começa aqui. “A vida é eterna, ela não acaba nunca. A gente faz uma passagem. A gente dorme e acorda junto de Deus”. Ele também reforçou a importância de “darmos bons frutos” e seguirmos os mandamentos de Cristo. 

Ao final da missa, a Diaconia da Esperança agradeceu a presença de todos, em especial, ao padre Gil Condé, e convidou a todos para participarem de seus trabalhos. Seu trabalho no local ocorre  de domingo a domingo. Os ministros fazem as celebrações de exéquias, acolhem as famílias que perderam alguém e levam-lhes a palavra da Ressurreição. Além disso, todas as sextas-feiras são celebradas missas pelas almas, às 8h. 

Segundo a coordenadora, Ana Carolina Schuwarten, há 13 anos atuando na diaconia, “a cada ano cresce o número de pessoas que vem ao cemitério, não para celebrar a morte mas para celebrar a vida, a ressurreição no pai. Então, a cada ano, as pessoas vão descobrindo que tem as celebrações da santa missa e participam conosco. Estão aqui rezando pelos seus entes que já partiram”. 

Os interessados em conhecer essa missão podem entrar em contato com o padre que os acompanha, Pe. Carlos Augusto Alves dos Santos, ligando na paróquia Santíssima Trindade. O telefone para contato é (32) 3211‐2664. A secretaria funciona entre 13h30 e 17h.

Conteúdo Relacionado
X