Mesmo em meio a pandemia, convite a alegria do Senhor é reforçado na celebração do 4º domingo da Quaresma

0

Neste domingo (14), o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira presidiu a Missa do Quarto Domingo da Quaresma, na Catedral Metropolitana, sem a presença de fiéis.  Ao longo da celebração da alegria, que marca a metade do tempo quaresmal, Dom Gil falou sobre como manter tal alegria em meio a um momento histórico tão difícil e desafiador.

No início da Missa, ao apresentar as intenções, o Pastor destacou a importância da liturgia no contexto atual, ao afirmar que ela ajuda a enfrentar os momentos penitenciais e difíceis da vida. E orientou a todos: “Muitas cidades de Minas, e de outros estados, estão na onda roxa, dado o grande problema do coronavírus. Tragamos para o altar de hoje essas intenções, coloquemos as nossas preocupações, prometamos a Deus colaborar da nossa parte, com todo e qualquer sacrifício, inclusive espirituais, para poder ajudar essa situação mudar. Peçamos a Nosso Senhor o dom de abraçar com serenidade e responsabilidade tudo aquilo que deve ser feito”.

Dom Gil explicou que a alegria do Senhor não é a mesma que a do mundo, que o Senhor vem ao favor de todos que nele crerem. Mesmo diante do desafio da pandemia, “o Domingo da Alegria nos enche de esperança”.

Em entrevista, o Arcebispo frisou a esperança. “Um dia tudo isso vai passar e nós vamos ter tempos felizes. Quando será isso? Nós não sabermos. Possivelmente vamos ter uma quaresma extensa, mas vamos com alegria e confiança em Deus. Sabendo que Deus amou o mundo de tal maneira que mandou seu filho para morrer por nós, não para condenar o mundo, mas para salvá-lo. Esperamos que a ressureição, a Páscoa, aconteça também no mundo inteiro, em relação a pandemia que está nos castigando”.

Ao final da celebração, recordou-se que se aproxima o dia de São José, celebrado na próxima sexta-feira (19). “Este ano, que é ano de São José, determinado pelo Papa Francisco, nossa solenidade, amor e meditação deve ser maior ainda”, disse Dom Gil. Ele convidou a todos para a live desta quarta-feira (17), às 19h30, um momento de formação e meditação sobre a figura de São José partindo da “Carta Apostólica Patris Corde – Com coração de Pai” e também para participar de uma missa na sexta-feira.

Um último recado dado foi referente a importância do Dízimo para a Igreja neste tempo de pandemia. Há um ano as coletas quase não existem, devido aos templos fechados, também não é possível arrecadar através de festa, portanto, o dízimo é o único meio de arrecadação financeira. “Apelo para a fé de cada um. Ninguém deve dar o dízimo com má vontade. O dízimo é para a igreja, para as despesas. Faça um esforço perante Deus e medite: será que estou contribuindo para manter a minha igreja neste tempo?”. Concluiu agradecendo a fidelidade daqueles que todos os meses colaboram em suas paróquias.

Conteúdo Relacionado
X