Matriz de Sarandira será reaberta no próximo sábado (19)

Após 12 anos, a comunidade de Sarandira, distrito de Juiz de Fora, celebrará novamente a sua Padroeira, Nossa Senhora do Livramento, na Igreja Matriz. O templo religioso foi fechado em 2011, em razão de problemas estruturais, e é alvo de intervenções desde abril de 2022. Com a estruturação bem-sucedida e a finalização das obras na parte elétrica, a igreja volta a ter condições de receber os fiéis.

Apesar de ser comemorada nesta terça-feira, 15 de agosto, a Festa em honra a Nossa Senhora do Livramento ficou para o sábado (19). O início está previsto para as 17h, com a reabertura da Matriz e procissão. Em seguida, o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, presidirá Santa Missa com a tradicional coroação a Maria.

Após a Eucaristia, haverá leilão de prendas, funcionamento de barraquinhas e apresentação musical.

Obras na Matriz Nossa Senhora do Livramento

A Igreja Nossa Senhora do Livramento, datada do final do século 19, é tombada pelo município de Juiz de Fora desde 2004. O templo foi interditado em 2011, quando apresentava condições críticas, estruturalmente e esteticamente, estando com fissuras, madeiramento comprometido e pinturas bastante danificadas.

*Registro da etapa de recuperação da estrutura da igreja (outubro de 2022)

Três anos depois, por iniciativa do então Pároco, Padre Liomar Rezende de Moraes, a Arquidiocese de Juiz de Fora firmou uma parceria com o curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) para a formatação de quatro projetos de extensão com o objetivo de desenvolver um plano básico de restauração arquitetônica. Eles foram finalizados em 2015, mas apenas o projeto estrutural, doado pelo engenheiro Antônio Francisco de Souza Cardoso, estava pronto.

Antes mesmo da entrega das propostas, especialistas em estruturas contratados pela comunidade sugeriram algumas medidas de urgência, entre elas, o escoramento da igreja, o que aconteceu entre o final de 2015 e o início de 2016. Ao mesmo tempo, foram compatibilizados os projetos complementares – hidráulico, elétrico e luminotécnico – e realizado o levantamento topográfico do imóvel. Os trabalhos ficaram paralisados até 2019, quando foi retomada a proposta de restauração e reabilitação da Matriz, finalizada em outubro de 2020. No ano seguinte, foi entregue o projeto do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA).

Depois de oito anos do início dos esforços em prol da Matriz Nossa Senhora do Livramento, os projetos Arquitetônico, Estrutural, Hidrossanitário, Elétrico, SPDA e Bens Integrados foram apresentados ao Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural (COMPPAC), órgão responsável pela avaliação e aprovação dos planos relacionados aos bens tombados em Juiz de Fora. O alvará correspondente ao projeto estrutural da igreja foi concedido em março de 2022, sendo as obras iniciadas em 4 de abril. O projeto estrutural, orçado em R$ 300 mil, se deu com recursos da Paróquia Nossa Senhora do Livramento e aporte da Arquidiocese de Juiz de Fora.

Comunidade se une para limpar a igreja
*Foto: Instagram da Paróquia Nossa Senhora do Livramento

Em preparação para a festa de sábado (19), a comunidade paroquial se uniu em mutirão no último domingo (13) para limpar a Igreja Matriz. Segundo informações das redes sociais, a iniciativa contou com a ajuda de uma equipe do Demlurb.

Veja Também