Imagem de Nossa Senhora de Nazaré é acolhida na Igreja São José nesta quinta-feira (17)

0

No último domingo (13), o Círio de Nossa Senhora de Nazaré reuniu mais de dois milhões de pessoas em Belém, capital do Estado do Pará. Entre elas, estava um grupo de Juiz de Fora, encabeçado pelo Padre Pierre Maurício de Almeida Cantarino, administrador da Paróquia São José do Bairro Costa Carvalho.

De Belém, o sacerdote relatou suas impressões da festa, que chegou a sua 227ª edição. “Chegamos na sexta-feira, participamos da transladação da imagem de Nossa Senhora de Nazaré e participamos, no domingo, da grande procissão do Círio de Nazaré. Foi uma experiência bonita, de fé, foi um momento único, impossível controlar a emoção. A religiosidade, a fé das pessoas que vieram de diversos lugares comove a gente, nos inspira, nos reabastece”.

No domingo (13), a caminhada iniciou com a Missa presidida pelo núncio apostólico no Brasil, dom Giovanni D’Aniello, na frente da Catedral Metropolitana de Belém. Em seguida, o Círio seguiu seu percurso de mais de três quilômetros até a Praça da Basílica Santuário de Nazaré.

Por onde a berlinda com a imagem peregrina passava, recebia aplausos, ‘vivas’, foguetes com efeitos visuais, confetes e até pétalas de rosas. O Círio conta ainda com outros elementos interessantes, como a corda de 400 metros que puxa o carro-andor de Nossa Senhora e é altamente disputada por promesseiros. A procissão tem ainda 13 carros que são conduzidos por alunos de escolas da rede privada e pública, que recolhem os símbolos de promessa dos romeiros.

Além da bonita recordação, Padre Pierre trouxe consigo, do Igreja Santuário de Belém, uma imagem de Nossa Senhora de Nazaré, que vai ser acolhida em missa nesta quinta-feira (17), às 19h, na Igreja São José. Na oportunidade, também serão distribuídas as “fitas da promessa”, como são chamadas pelo povo paraense. O endereço é Avenida Sete de Setembro, 288 – Costa Carvalho.

A quadra nazarena, como é chamada a festividade de Nossa Senhora de Nazaré, segue até o próximo dia 28. Até lá ainda vão acontecer mais seis romarias: da juventude, das crianças, dos ciclistas, dos corredores, a procissão da festa e o recírio, que encerra a festividade.

A cada dia um bispo convidado vai estar presente presidindo a Santa Missa e fazendo pregações sobre o tema central da festa, que é: “Maria, Mãe da Igreja”, em alusão aos jubileu de 300 anos da criação da Diocese de Belém do Pará e a realização do Sínodo Pan-Amazônico.

*Com informações do site da CNBB

Conteúdo Relacionado
X