Igrejas voltam a receber fiéis neste domingo (21)

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na última segunda-feira, 15 de março, a Prefeitura de Juiz de Fora publicou decreto em que que regula os protocolos municipais às determinações da onda roxa do Programa Minas Consciente, faixa estadual em que a microrregião do município está classificada desde o dia 13. Entre as determinações, está a autorização da realização de cultos religiosos de maneira presencial aos domingos, observando-se o limite de 20% de ocupação e respeitando-se os protocolos de segurança sanitária.

No mesmo dia, o Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, enviou um comunicado ao Clero comemorando a medida. “Favor iniciar as inscrições para os interessados. A medida já vale para o próximo domingo. Graças a Deus!”. O pastor ainda recordou que a decisão se refere a Juiz de Fora, cabendo aos padres responsáveis por paróquias de outros municípios a consulta, na Prefeitura local, sobre as orientações a serem seguidas.

Dom Gil também insistiu na continuidade das transmissões das Missas e atividades paroquiais. “Para nós é uma alegria saber que podemos receber, ao menos aos domingos, um grupo de pessoas que possam participar das nossas celebrações. No mais, devemos investir esforços para fazer a transmissão de todas as celebrações que pudermos, a fim de que os nossos irmãos leigos participem de tudo na sua casa, como uma verdadeira Igreja doméstica”.

Vale ressaltar que o governo de Minas autorizou, nesta quarta-feira (17), o funcionamento de igrejas e templos religiosos na Onda Roxa do programa Minas Consciente. Até então, a deliberação não esclarecia se os espaços podiam abrir. Segundo o governo do Estado, “o livre exercício de culto religioso é garantido constitucionalmente”, mas devido às restrições por conta da pandemia, será necessário restringir o número de pessoas, adotar medidas de higiene e de distanciamento social, além do uso obrigatório de máscara.

Veja Também