Igreja celebra Dia Mundial de Oração pelas Vocações no 4º Domingo da Páscoa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

No 4º Domingo da Páscoa, celebrado este ano no dia 25 de abril, recorda-se a Festa do Bom Pastor. Na ocasião, também é lembrado o 58º Dia Mundial de Oração pelas Vocações, que em 2021 terá como tema “São José: o sonho da vocação”, em alusão ao ano temático dedicado ao pai adotivo de Jesus.

Na mensagem divulgada por ocasião da data, o Papa Francisco aponta São José, guardião de Jesus e da Igreja, também como protetor das vocações. Além disso, o Santo Padre indica atitudes do esposo de Nossa Senhora que devem ser seguidas pelos vocacionados. “Assim acontece na vocação: a chamada divina impele sempre a sair, a dar-se, a ir mais além. Não há fé sem risco. Só abandonando-se confiadamente à graça, deixando de lado os próprios programas e comodidades, é que se diz verdadeiramente «sim» a Deus. E cada «sim» produz fruto, porque adere a um desígnio maior, do qual entrevemos apenas alguns detalhes, mas que o Artista divino conhece e desenvolve para fazer de cada vida uma obra-prima. Neste sentido, São José constitui um ícone exemplar do acolhimento dos projetos de Deus”.

O Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, comenta sobre a importância da data para a Igreja. “Um domingo especial neste roteiro pascal de 50 dias. Este é um dia vocacional, de rezarmos pelas vocações sacerdotais, pedindo ao Senhor da messe que envie sempre maior número de padres para a Igreja”.

A Pastoral Vocacional Arquidiocesana também divulgou um texto junto a padres, recordando o Dia de Oração pelas Vocações. “A vocação é parte constitutiva de nossa Igreja: todos fomos e somos chamados a contribuir na missão de Jesus Cristo e, enquanto batizados, precisamos levar o chamado do Senhor a todos. Especialmente, devemos ser promotores da vocação específica ao sacerdócio. Com certeza, muitos jovens sentem atraídos à essa oferta de vida e esperam um chamado específico. Que possamos ‘emprestar’ nossa voz ao Senhor e ser instrumentos para uma Igreja vocacional”, conclama o comunicado.

O Assessor da pastoral, Padre Miguel Campos, ainda faz propostas para o encaminhamento dos jovens vocacionados, apontando a realização dos encontros do DIVES (Discernimento Vocacional Específico) no Seminário Arquidiocesano Santo Antônio, de lives para formação de animadores vocacionais pelo Regional Leste 2 da CNBB e do Mês das Vocações, celebrado anualmente em agosto.

Veja Também