Formação sobre Campanha da Fraternidade 2017 é realizada durante reunião da Província Eclesiástica

DSC06259
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

*Colaboração: Fabíola Castro (Rádio Catedral)

Na última terça-feira (29), representantes da Província Eclesiástica de Juiz de Fora se reuniram pela última vez em 2016. Estiveram presentes o arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, o bispo da Diocese de Leopoldina, Dom José Eudes Campos do Nascimento, e o Padre Marcos Alexandre Pereira, Vigário Forâneo da Forania de Lavras da Diocese de São João del-Rei, representando Dom Célio de Oliveira Goulart. A reunião ainda contou com a presença de religiosos e leigos.

Pela manhã, os representantes das três dioceses se reuniram no Seminário Nossa Senhora de Guadalupe, localizado no Bairro Granbery e pertencente à Igreja Particular de Leopoldina. À tarde, a reunião continuou no Seminário Arquidiocesano Santo Antônio, onde foi realizado um estudo conjunto sobre a Campanha da Fraternidade de 2017, que terá como tema “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15).

Esta parte do encontro teve também a participação, além dos padres e leigos, de seminaristas das três dioceses da Província Eclesiástica de Juiz de Fora. A partilha do tema foi feita pelo assessor do encontro, Padre Valdemar Tadeu Ferreira Orsay Gonçalves Lima, pertencente à Diocese de Leopoldina e coordenador dos coordenadores de Pastoral do Regional Leste 2 da CNBB.

Em setembro, Padre Tadeu esteve em Brasília participando de uma formação sobre a Campanha da Fraternidade de 2017 e veio a Juiz de Fora para fazer o repasse formativo. “Agora, na Província Eclesiástica, a gente faz o repasse desse material da Campanha da Fraternidade, a fim de que nossas dioceses, através dos seus seminaristas, padres, leigos e leigas, religiosos e religiosas, possam fazer os devidos encaminhamentos, quer nas suas respectivas igrejas particulares, quer nas suas respectivas paróquias”.

O Secretário Executivo de Pastoral da Arquidiocese de Juiz de Fora, Padre Everaldo José Sales Borges, explicou que esta formação antecipada sobre a Campanha da Fraternidade 2017 tem como objetivo ser um tempo útil e hábil para o aprofundamento e multiplicação do tema nas paróquias e comunidades. “O objetivo é que essa formação seja uma multiplicadora de formações. Na medida que a gente participa dessa formação, podemos estudar um pouco mais o tema, nos aprofundarmos e depois multiplicarmos em nossas paróquias”.

O arcebispo de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, comentou sobre a temática da Campanha da Fraternidade escolhida para 2017, que vai tratar da ecologia, dos biomas brasileiros e da defesa da vida. “Aqui no Brasil nós somos responsáveis por uma grande área, importantíssima para o equilíbrio ecológico do mundo, que é a Amazônia. Então, é nossa responsabilidade de brasileiros, e também de cristãos católicos, de cuidar dessa região. Como o Papa Francisco tem dito, tudo o que há na natureza foi criado por Deus para nós e nós somos integrados a essa natureza, dependemos dela”, finaliza.

A Campanha da Fraternidade tem início na quarta-feira de cinzas, que cairá no dia 1º de março, e segue durante todo o tempo da Quaresma.

Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Veja Também