Fiéis recepcionam novo pároco da Catedral

0

*Colaboração: Assessoria de Comunicação da Catedral

No último domingo, 9 de março, o novo pároco da Catedral, monsenhor Luiz Carlos de Paula, tomou posse. A igreja estava repleta de fiéis e a celebração foi presidida pelo arcebispo metropolitano, dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada por membros do clero arquidiocesano. O Coral Benedictus também participou da celebração.

Diversas autoridades de Juiz de Fora estiveram presentes, como o vice-prefeito, Sérgio Rodrigues, o assessor do gabinete do Executivo municipal, Alexandre Jabour, e o diretor do Campo de Instruções de Juiz de Fora, tenente-coronel André Aguiar.

Em sua homilia dom Gil saudou as autoridades presentes e ressaltou que o período de Quaresma é um tempo de oração e penitência. “A Quaresma nos propõe uma caminhada de conversão em preparação para a Páscoa da Ressurreição de Cristo. Assim como Jesus é decidido quando foi tentado no deserto, nós devemos estar sempre regidos pela Palavra de Deus, a palavra da verdade”, afirmou.

Durante a celebração, o monsenhor Luiz Carlos fez a renovação das suas promessas sacerdotais e sua profissão de fé diante do arcebispo. O novo pároco recebeu do dom Gil, em um ato simbólico, as chaves da Igreja que agora está sob a sua responsabilidade, a chave do Sacrário, os Santos Óleos, a estola roxa, símbolo do seu serviço sacerdotal e a Bíblia Sagrada.

O vigário geral da Arquidiocese e agora pároco da Catedral agradeceu a presença dos fiéis, amigos e familiares. “Chego de coração aberto para acolher e amar a todos. Obrigado aos padres, diáconos, seminaristas, religiosas, leigos e leigas. Conto com a colaboração de cada um de vocês. Ser igreja é trabalhar, rezar e construir o Reino de Deus de mãos dadas”, declarou.

Durante a celebração o diácono Weligton foi apresentado à comunidade. O novo diácono vai se juntar aos padres Danilo, Gaio e Pierre e aos diáconos permanentes da Catedral Ruy Figueiredo e Valdeci Silva.

Ao final da celebração o monsenhor Antônio Cornélio Viana e o padre Domício foram homenageados pelo sacristão da Catedral, Jorge Alves, com uma canção em agradecimento aos serviços prestados, ao longo dos últimos anos, à paróquia.

 

Conteúdo Relacionado
X