Em última reunião do ano, Conselho Gestor do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) aprova 36 projetos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O Conselho Gestor do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) realizou, em formato virtual, a última reunião de 2021, nesta quarta-feira, 22 de dezembro, com o objetivo de avaliar os projetos que ainda receberão apoio do Fundo.

Este ano, no contexto da pandemia do novo coronavírus, os recursos arrecadados durante a Campanha da Fraternidade Ecumênica estão apoiando projetos sociais relacionados a questões emergenciais ligadas à segurança alimentar, geração de renda e à prevenção da pandemia.

Conforme os critérios estipulados no edital, considerando-se a pandemia causada pelo novo coronavírus e as sequelas econômicas, são três eixos determinantes para o atendimento dos projetos: auxílio a situações de insegurança alimentar; insumos para cuidados sanitários ligados à pandemia e captação para a geração de renda.

Franklin Queiroz, do Departamento Social da CNBB, explicou que nesta reunião os membros aprovaram 36 projetos. De acordo com ele, outros dois projetos ainda precisarão de complementação e uma posterior análise.  Os estados com projetos aprovados pelos membros do Conselho Gestor, nesta reunião, são:

  • Bahia (2 projetos)
  • Ceará (3 projetos)
  • Distrito Federal (3 projetos)
  • Minas Gerais ( 7 projetos)
  • Mato Grosso (1 projeto)
  • Pará (1 projeto)
  • Pernambuco (1 projeto)
  • Piauí (3 projetos)
  • Paraná (4 projetos)
  • Rio de Janeiro (2 projetos)
  • Rio Grande do Norte (3 projetos)
  • Rio Grande do Sul (1 projeto)
  • Santa Catarina (2 projetos)
  • São Paulo (3 projetos)

Os projetos aprovados totalizaram o valor de R$ 888.729,21. Posteriormente, os aprovados poderão ser consultados no portal do FNS: https://fns.cnbb.org.br/fundo/informativo/index

Membros do Conselho Gestor

São membros do Conselho Gestor Especial do FNS em 2021 o secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella; o ecônomo da CNBB, monsenhor Nereudo Freire; o ex subsecretário-adjunto geral da entidade, dom Dirceu de Oliveira Medeiros e o padre Agenor Guedes, representante dos Secretários Executivos Regionais da CNBB.

Também fazem parte os representantes do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs, o Conic: Antonio Dimas Galvão, supervisor de projetos da Coordenadoria Ecumênica de Serviço (CESE); a reverenda Dilce Paiva de Oliveira, da Igreja Episcopal Anglicana do Brsil e a Jandira Kepp, pastora da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil.

Fonte: Site da CNBB

Veja Também