Educadores católicos reúnem-se para fortalecimento da espiritualidade e da sinodalidade

No último sábado (15), mais de 200 profissionais estiveram presentes no encontro Manhã de Espiritualidade e Páscoa dos Educadores das Escolas Católicas da Arquidiocese de Juiz de Fora, realizado no Colégio Stella Matutina. O evento, realizado anualmente pela Pastoral da Educação Arquidiocesana, foi iniciado com a Missa, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira.

Durante a homilia, ele falou sobre a importância do papel que cada um dos presentes. Ele afirmou ser função dos mesmos a tradução da verdade para as gerações futuras, ligando o dever profissional ao chamado de cada cristão: a dimensão missionária da fé. “O educador católico tem o compromisso de transmitir o que o Senhor nos ensinou. A fé é missionária”.

Ao final da Eucaristia, os presentes foram acolhidos pelo Colégio Stella, com as boas-vindas do diretor Edgar de Paula que muito se alegrou pela oportunidade de integração entre as escolas. Na sequência uma breve apresentação foi feita para recordar com arte o tema deste ano, o mesmo lema do Ano Vocacional: “Pés a caminho, corações ardentes rumo à felicidade”, (Cf. Lc 24, 32s). Com a leitura do Poema “A corrida da vida”, de Bráulio Bessa, e canção “Tocando em Frente”, de Almir Sater, a comunidade formativa pode refletir sobre sua caminhada.

Após uma pausa para o café e um momento de confraternização, os presentes assistiram a uma palestra do Vigário Episcopal para Educação e Cultura, Pe. Everaldo José Sales Borges. “Esse momento com os educadores tem também como objetivo oferecer o suporte da fé, para que a gente continue o caminho que Jesus começou. Pensei em trabalhar essa manhã a partir de um texto bíblico que em que as pessoas estão fazendo um caminho em que Jesus se aproxima e ajuda a compreender os desafios do caminho, e adiante oferece, aqueles que estão na estrada, a oportunidade do encontro com Deus, a partir da palavra e da Eucaristia”, explicou ele.

Guilherme Augusto de Oliveira, professor de música no Colégio Jesuítas, comentou sobre a relevância do encontro. “Eu acho que, a educação, ela tem um papel muito importante na sociedade, de formação do ser humano. Como Dom Gil mesmo disse, os colégios católicos não se preocupam só com o cognitivo, mas sim com a formação integral do ser humano, e estar junto de todos educadores e rezando junto, isso nos ajuda a caminhar juntos”.

Monica Brettas, professora de Educação Física no Centro Educacional Maria Helena, também destacou a satisfação com o momento de integração entre as escolas, gerando convivência fraterna. “ Estou adorando, tá maravilhoso. É importante para nós trocar as experiências. É [momento] de crescimento.”

No encontro o Arcebispo de Juiz de Fora exaltou a organização da Pastoral da Educação, promotora do evento e já contou os próximos eventos que acontecerão neste âmbito da arquidiocese. “A Pastoral da Educação é uma das mais bem organizadas. Temos reuniões todos os meses, programamos tantas coisas… Este ano com uma grande novidade que é a realização dos Jogos Juvenis dos Colégios Católicos. Esse ano está muito organizada a programação para estes jogos que vão acontecer durante mais ou menos um mês, em disputas em várias modalidades. Isso ajuda a integração, o crescimento, a fraternidade, o diálogo e ao testemunho da nossa fé para toda sociedade juiz-forana”.

Confira mais imagens em nossa galeria.

Veja Também