Dom Gil recebe jornalistas em coletiva de imprensa sobre Campanha da Fraternidade 2015

0

Na manhã desta sexta-feira (20), o arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, recebeu jornalistas de veículos de comunicação do município em coletiva de imprensa sobre a Campanha da Fraternidade (CF) 2015. Também estiveram presentes o vigário episcopal para o Mundo da Caridade, Pe. José de Anchieta Moura Lima, e o secretário executivo de pastoral, Pe. Everaldo José Sales Borges.

Aberta oficialmente na Igreja Particular de Juiz de Fora em celebração na Quarta-feira de Cinzas (18), na Catedral Metropolitana, a campanha deste ano tem como tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e o lema “Eu vim para servir” (Mc 10,45). Durante sua fala, no evento desta manhã, Dom Gil afirmou que a Campanha da Fraternidade, realizada há mais de 40 anos no Brasil, não tem o objetivo de falar apenas aos católicos, mas a toda a sociedade, ao tratar de assuntos que interessam a todos.

Segundo o arcebispo, em 2015, o intuito é chamar a atenção para o fato de que a Igreja Católica é também um órgão de serviço, não apenas religioso. “A Igreja compartilha das alegrias e esperanças, as angústias e tristezas do mundo. Ela quer sempre recordar aos seus fiéis que sua função maior é servir. E isso se concretiza também através do diálogo, seja com o poder público ou com outras frentes da sociedade, para procurarmos unir forças para que, juntos, possamos vencer os grandes desafios que destroem e ofendem a dignidade humana”.

Padre Anchieta destacou o serviço à sociedade realizado de forma concreta pela Arquidiocese de Juiz de Fora, principalmente no trabalho de pastorais e diaconias. O sacerdote lembrou as ações sociais promovidas pelas pastorais Carcerária, da Criança, do Menor, da Esperança, e também por instituições como a Obra dos Pequeninos de Jesus e Fazenda da Esperança. “A Campanha da Fraternidade convida a cada um de nós a ter um olhar mais humanizado diante do outro, um olhar de mais humildade, de doação e serviço. Ela também nos ajuda a ampliar e fortalecer a atuação das pastorais sociais, trabalhos que a Igreja realiza a partir dos problemas da sociedade”.

Para Padre Everaldo, a CF é importante por despertar também um processo de crescimento espiritual nos fiéis. “A campanha tem esse âmbito mais institucional, que diz respeito sobretudo à sociedade brasileira, mas também convida a uma conversão pessoal. A pessoa que participa das celebrações católicas nesse período, que ouve a palavra de Deus, a reflexão e a pregação na Igreja, também é convidada a fazer um caminho de serviço”.

As discussões pertinentes à Campanha da Fraternidade serão realizadas durante todo o período da Quaresma em celebrações, missas e reuniões em paróquias e comunidades da Arquidiocese de Juiz de Fora. Outra atividade que marcará o período será a Via-Sacra Jovem, promovida todos os anos e cujas meditações seguirão o subsídio-livreto da Campanha da Fraternidade 2015. Este ano, o cortejo em direção ao Morro do Cristo será no dia 1º de março, a partir das 8h, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no bairro homônimo, em Juiz de Fora.

Para conferir a galeria de fotos da coletiva, clique aqui.

Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

 

Conteúdo Relacionado
X