Dom Gil preside celebrações no Dia de Finados

DSC05783
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Na última quarta-feira, 2 de novembro, Dia de Finados, milhares de pessoas passaram pelos cemitérios de Juiz de Fora para prestarem homenagens aos seus entes queridos falecidos. No mesmo dia, o arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, presidiu celebrações no Cemitério Municipal e no Parque da Saudade.

Pela manhã, Dom Gil conduziu celebração no Cemitério Municipal Nossa Senhora Aparecida. A Santa Missa foi concelebrada pelo Padre Alisson Sacramento, pertencente à Diocese de São João del-Rei, e ainda contou com o auxílio dos diáconos Manoel Pedro da Silva Júnior e Sebastião Afonso e de seminaristas.

À tarde, o arcebispo metropolitano presidiu Celebração Eucarística no Cemitério Parque da Saudade. A missa foi concelebrada por Monsenhor Hernani de Oliveira e contou com a presença do diácono José Getúlio de Sá Cavalcante, além do Coral Benedictus.

Em entrevista à WebTV “A Voz Católica”, Dom Gil afirmou ser o Dia de Finados uma data para se recordar os fiéis que se encontram no purgatório, que estão purificando suas almas para entrarem no céu. O arcebispo ainda lembrou que essa solenidade reforça a crença cristã da vida eterna. “É um dia de esperança, em que nós manifestamos também a nossa fé na ressurreição dos mortos. Nós acreditamos que a morte não é a última palavra, o cemitério não é o último lugar da vida, é um lugar de esperança, de passagem e, portanto, da entrada para a vida eterna”.

Durante as missas, o pastor aproveitou para falar aos fiéis presentes sobre a Instrução ‘Ad resurgendum cum Christo’, divulgada no fim de outubro pelo Vaticano e que aborda a sepultura dos defuntos e a conservação das cinzas no caso de cremação. Segundo o documento, as cinzas não podem ser espalhadas, divididas ou mesmo mantidas em casa. Em vez disso, os restos devem ser guardados num lugar sagrado e aprovado pela Igreja.

Outras informações:
Assessoria de Comunicação Arquidiocese de Juiz de Fora: (32) 3229-5450

Veja Também